Stédile encerra mestrado com foco nos movimentos sociais

Publicada em
 
 
 

Na quinta-feira, 14 de julho, mais um ciclo se fecha na Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Trata-se do encerramento da turma Primavera da Luta, do curso de Mestrado Profissional em Trabalho, Saúde, Ambiente e Movimentos Sociais, organizado pela ENSP, que faz parte da estratégia de implementação da Política Nacional de Saúde Integral das Populações do Campo e da Floresta (PNSIPCF), com ativa participação dos movimentos sociais. Para encerrar o ciclo, a Escola receberá o membro da Coordenação Nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), João Pedro Stédile, que proferirá a palestra Educação, Ciência e Lutas Sociais: os desafios da atual conjuntura. Na ocasião, a turma participará da tradicional Feira Agroecológica Josué de Castro, com a exposição de produtos da Reforma Agrária e, também, das fotográfias Nos caminhos dos movimentos sociais – trabalho, saúde e ambiente. A atividade, marcada para as 9h30 no salão internacional da ENSP, será aberta aos interessados e não necessita de inscrição prévia.

O Mestrado Profissional em Trabalho, Saúde, Ambiente e Movimentos Sociais foi concebido após a participação de Stédile na aula inaugural da ENSP em 2012, ocasião em que difundiu a Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e pela Vida – apoiada pela Fiocruz. Ao final de 2013, foi lançado o edital que deu início à primeira turma do curso. Coordenado pelos pesquisadores Marcelo Firpo de Souza Porto e Ary Carvalho de Miranda, ambos do Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP), o mestrado é voltado para profissionais graduados em cursos reconhecidos pelo MEC, em qualquer área do conhecimento, e que atuam na Saúde, na Educação do Campo e nas Ciências Agrárias, em áreas de Reforma Agrária e/ou comunidades camponesas.

Segundo os coordenadores, o curso objetiva consolidar conhecimentos acerca do método científico, da teoria crítica, bem como desenvolver investigações em torno das relações trabalho, saúde, ambiente e movimentos sociais. Convidado para a palestra inaugural do curso, em 2014, João Pedro Stédile, também será o convidado do ato de encerramento do mestrado profissional. Sua exposição terá como tema Educação, Ciência e Lutas Sociais: os desafios da atual conjuntura e será realizada logo após a cerimônia de abertura do evento, marcada para às 9h30, no salão internacional da ENSP. A cerimônia de abertura contará com a participação de um representante da Presidência da Fiocruz, do diretor da ENSP, Hermano Castro, dos coordenadores do curso, Marcelo Firpo de Souza Porto e Ary Carvalho de Miranda, do diretor da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz), Paulo César de Castro Ribeiro, da pesquisadora da EPSJV, Isabel Brasil, da representante do Ministério da Saúde, Kátia Souto, e da integrante da Direção Nacional do MST e da Coordenação Pedagógica da Escola Nacional Florestan Fernandes (ENFF), Rosana Fernandes.

Quando esteve na ENSP, em 2012, na época da criação do curso, Stédile ressaltou: “A Fiocruz tem uma longa parceria com os movimentos sociais do campo. Graças ao seu processo de abertura para a sociedade e para a comunidade em geral, passamos a dialogar para estabelecer parcerias. E, nesses anos todos, a instituição já realizou cursos de especialização de nível médio em Saúde e Meio Ambiente para formação de agentes de saúde nos assentamentos do país, e trabalhamos em parceria na Campanha Nacional Contra o Agrotóxico. Construir o mestrado com esse tema era um antigo desejo, visando melhor preparar nossos professores, agrônomos, médicos e demais profissionais que atuam nos assentamentos, mas não tiveram, em sua carreira, esse conhecimento mais específico e aprofundado. A metodologia do curso não tira os profissionais da sua área de atuação, pois a produção de conhecimento está atrelada à sua prática.”

Serviço:

Ato de encerramento do curso de Mestrado Profissional em Trabalho, Saúde, Ambiente e Movimentos Sociais
Data:14 de julho
Horário:a partir das 9h30
Local:Salão internacional - 4º andar do prédio da ENSP

Nenhum comentário para "Stédile encerra mestrado com foco nos movimentos sociais"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.