Comando de Greve reafirma defesa da democracia e define novas atividades excepcionais

Publicada em
 
 
 

O Comando de Greve da ENSP voltou a se reunir nesta sexta-feira, dia 07/08, para discutir a conjuntura política e econômica nacional e as perspectivas para a greve da Fiocruz, sinalizando a importância de se mobilizar a todos para o debate. Participaram desta reunião mais de 50 pessoas, entre servidores, estudantes, terceirizados e bolsistas de diferentes setores da ENSP.
 
 
Ressaltou-se, durante a reunião, que a greve é muito mais do que uma reivindicação pelo ajuste salarial, sendo um movimento em defesa da saúde, da cidadania e de direitos sociais conquistados. Foi feita a crítica ao ajuste fiscal e aos cortes orçamentários sofridos na área de saúde e educação, com destaque para os impactos já sofridos pelas instituições. A avaliação feita é que o País vive um momento crítico e que devemos prezar e fortalecer as instâncias democráticas e de participação externas e internas à Fiocruz, mantendo os princípios da transparência e responsabilidade pública. Dessa forma, o movimento de greve também foi compreendido como uma oportunidade para a instituição aprofundar o debate sobre projetos estratégicos e prioridades para a saúde pública e para a própria Fiocruz.
 
Nesse contexto, foi novamente pautada a discussão sobre o que são as atividades compreendidas como excepcionais no Ensino e que poderiam contribuir como estratégias de ocupação da ENSP pelos docentes e estudantes para o fortalecimento do movimento de greve e sua compreensão como estratégia maior de debate institucional.
 
Dentre as atividades consideradas excepcionais decididas até o momento estão:
- a realização das disciplinas obrigatórias dos programas de stricto sensu, a partir do dia 17/08;
- a realização das qualificações e defesas (lato sensu e stricto sensu);
- a manutenção das atividades previstas com os alunos do Mestrado Internacional de Moçambique;
- a realização das aulas inaugurais previstas com convidados externos como atividade aberta ao público;
- a retomada das aulas do curso de especialização em Saúde Pública às segundas e terças-feiras;
- as atividades de tutoria dos cursos de EAD em andamento e os momentos presenciais já agendados;
- as atividades relacionadas aos editais e chamadas públicas de ensino abertas;
 
Os encontros do comando de greve ocorrem às segundas, quartas e sextas às 10:00h na sala 410 e está aberto à participação de trabalhadores e estudantes da ENSP.

Nenhum comentário para "Comando de Greve reafirma defesa da democracia e define novas atividades excepcionais"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.