Seminário aborda relações entre saúde e desenvolvimento

Publicada em
 
 
 

Entre os dias 20 e 21 de outubro será realizado no salão internacional da ENSP o seminário As relações entre saúde e desenvolvimento no Brasil. Organizado pelo Grupo de Pesquisa de Inovação em Saúde da Fiocruz (GIS) a atividade reunirá pesquisadores de distintas áreas disciplinares com a perspectiva de avançar no entendimento sistêmico sobre o campo da inovação na saúde. O seminário, que é aberto ao público e não necessita de inscrição prévia, busca superar lacunas no conhecimento para fortalecer o entendimento de como a ciência pode fortificar a cidadania, para isso contará com a apresentação de uma série de estudos desenvolvidos no âmbito do projeto Saúde e Desenvolvimento, coordenado pelo pesquisador da ENSP, José Maldonado e pela pesquisadora do GIS Laís Silveira Costa. As atividades terão início às 8h30 em ambos os dias.

Na manhã do primeiro dia de atividades, 20 de outubro, três temas estarão em debate: Políticas de saúde, inovação e desenvolvimento; Inovação e saúde na economia contemporânea; e Saúde no Brasil amanhã. As palestras serão proferidas, respectivamente, pelo Secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos e pesquisador da ENSP, Carlos Gadelha, pelo pesquisador da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Paulo Tigre, e pelo presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha. A coordenação do debate ficará a cargo do vice-presidente de Gestão e Desenvolvimento Institucional da Fiocruz, Pedro Barbosa.

Durante a tarde do primeiro dia de atividades, que contará com a coordenação da pesquisadora do Icict, Claudia Travassos, mais três temas serão abordados. A pesquisadora da UFRJ, Lígia Bahia abordará o Uso do poder de compras do Estado: interesses sociais x econômicos. Em seguida Clarisse Petramale, do Ministério da Saúde falará sobre a Política de incorporação tecnológica e limites da política de APS no SUS. Encerrando as atividades do dia 20 de outubro, Ignácio Delgado, da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), abordará os Sistemas de saúde e a indústria farmacêutica.

No segundo dia do seminário o pesquisador da UFRJ, Jose Cassiolato falará sobre a Dinâmica espacial da inovação. As relações entre saúde e desenvolvimento: antecedentes e desafios para o futuro serão abordadas pelo pesquisador da Unicamp, Eduardo Fagnani. O pesquisador da Universidade Federal de Santa Catarina, Roberto Grun falará sobre a Financeirização da Saúde e os entraves estruturais para um sistema de saúde universal. A manhã de atividades será coordenada pelo pesquisador da Universidade Federal Fluminense, Marcos Vargas.

Encerrando a atividade durante a tarde o coordenador do Centro de Relações Internacionais da Fiocruz, Paulo Buss abordará o tema Saúde, desenvolvimento e política internacional. Cid Viana, pesquisador da Uerj falará sobre Os interesses produtivos e sociais da saúde. Um olhar para as lacunas da inovação na saúde do Brasil será o tema abordado pelo pesquisador da Universidade de Uberlândia, Antonio Botelho. A atividade será coordenado pelo o vice-presidente de Produção e Inovação em Saúde da Fiocruz, Jorge Bermudez.

O evento é organizado pelo Grupo de Pesquisa de Inovação em Saúde da Fiocruz com a participação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, e o apoio da Secretaria de Ciência e Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde e da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). Confira aqui a programação compelta do evento. 

Nenhum comentário para "Seminário aborda relações entre saúde e desenvolvimento"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.