ENSP participará da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Publicada em
 
 
 

A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) mobiliza a população em torno de temas e atividades de popularização da ciência, destacando sua importância para a vida de cada um e para o desenvolvimento do país. Este ano, a SNCT ocorrerá de 13 a 19 de outubro e terá como tema Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento Social. A ENSP/Fiocruz não poderia ficar de fora, participando do Simpósio Tecnologias sociais, ciência e arte: encontros, diálogos e experiências no ensino e na promoção da saúde, promovido pelo Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz).

A atuação da Escola se dará em dois momentos. Primeiro, no dia 14 de outubro, de 9h às 12 horas, a vice-diretora de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico da ENSP/Fiocruz, Sheila Ferraz participará da mesa de debates Ciência, Arte e Ensino: parcerias estratégicas, acompanhada de Nilton Bahlis, do Núcleo de Experimentações de Tecnologias Interativas (NExT/Icict); Leonardo Fuks, da Escola de Música da UFRJ e Leonardo Moraes do Sesc. O encontro ocorrerá no auditório do Pavilhão Leonidas Deane.

A arte que vem do lixo – a comunidade de Manguinhos na SNCT é o tema da segunda participação da Escola na atividade do IOC/Fiocruz. O professor de artes Natanael dos Santos, do Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental (DSSA/ENSP), vai expor uma maquete gigante de Manguinhos, além de obras de arte com materiais reciclados, tudo na Biblioteca de Manguinhos, dentro do Campus da Fiocruz.

Simpósio Tecnologias sociais, ciência e arte: encontros, diálogos e experiências no ensino e na promoção da saúde

Ciência e arte integradas para promover a saúde, cultura e ensino. A partir desta curiosa união, o Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) realiza o Simpósio Tecnologias sociais, ciência e arte: encontros, diálogos e experiências no ensino e na promoção da saúde. O encontro, organizado pelo Laboratório de Inovações em Terapias, Ensino e Bioprodutos do IOC (LITEB), acontece entre os dias 13 e 17 de outubro, no Auditório Maria Deane, Pav. Leônidas Deane, com exposição para visitação livre na Biblioteca de Manguinhos e com oficinas no Museu da Vida ao lado do Foyer. Mesas-redondas, palestras e exposições compõem a programação, que busca desenvolver a criatividade, interdisciplinaridade e inovação, além de discutir propostas de trabalho a partir da articulação entre os dois temas. As atividades incluem, ainda, a exibição de pôsteres do Laboratório e oficinas lúdicas. Será divulgada a versão brasileira do manifesto ArteCiência (ArtScience), trabalhada nos cursos de Ciência e Arte do IOC no Rio e nas cidades onde se realizam as expedições Fiocruz pelo Brasil sem Miséria, tecnologia social desenvolvida no LITEB. Os interessados em participar podem se inscrever, até o dia 17 de outubro, por meio de formulário disponibilizado online.

Integrado à Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), o evento discutirá as tecnologias sociais - conjunto de técnicas, produtos e metodologias desenvolvidas por pesquisadores com o auxílio da população e agregadoras de valor econômico ou social. “O diferencial da tecnologia social, que visa abordar problemas como a geração de renda ou promoção da saúde, é a sua capacidade de apropriação por parte dos indivíduos, por meio de um processo que passa a ser construído e modificado pela própria comunidade”, explicou a pesquisadora Tania Araújo Jorge, chefe do Laboratório de Inovações em Terapias, Ensino e Bioprodutos. A iniciativa é coordenada pelo Grupo de Pesquisa ´Ciência, Arte, Saúde e Alegria: Cultura e Desenvolvimento’, vinculado ao Laboratório.

Programação

A abertura do Simpósio contará com a presença de diretores do Museu de Arte do Rio, Janaina Melo e Tiago Cacique Moraes, que lá implementam ‘uma escola do olhar’, da pesquisadora do Núcleo de Estudos em Políticas Públicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Ana Fonseca, e o consultor do Ministério da Cultura, Marcos Franklin, que abordam o tópico ‘Superação da pobreza: desafios, práticas, políticas e as expedições Fiocruz Brasil sem Miséria’. Outros destaques da programação são a palestra ‘ArteCiência: um método, um manifesto´, organizada pela equipe do Laboratório, e a mesa de debates ‘Ciência, Arte e Ensino’, com participação da vice-diretora de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico da ENSP/Fiocruz, Sheila Ferraz; Nilton Bahlis do Núcleo de Experimentações de Tecnologias Interativas (NExT/Icict); Leonardo Fuks da escola de Música da UFRJ e Leonardo Moraes do Sesc.

Já o encerramento do Simpósio será realizado durante o Centro de Estudos do IOC, no dia 17 de outubro, que receberá a professora da Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia, Antonia Bezerra. A especialista ministrará a palestra ‘A Arte é estruturante: pesquisa e ensino em Arte no Brasil em diálogo com a ciência’. Atriz e dramaturga, Antonia coordena a Área de Artes/Música na Capes.

Confira a programação completa, clique aqui.

Biodiversidade e reciclagem em exposição

A fauna, flora, elementos da biodiversidade e o equilíbrio ambiental são o tema da exposição ‘Tom e Contra-tom’, com o apoio da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Já ‘A Arte que vem do lixo – a comunidade de Manguinhos na SNCT’ apresenta obras de arte composta por peças recicladas. O público pode apreciar as mostras na Biblioteca de Manguinhos, localizada no Pav. Haity Moussatché (Av. Brasil 4365, Manguinhos, RJ).

* Com informações da Comunicação / Instituto Oswaldo Cruz

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Realizada desde 2004, a intenção é explorar a curiosidade, especialmente de crianças e jovens, para a ciência e a tecnologia. A coordenação nacional é da Secretaria de Ciência e Tecnologia para a Inclusão Social, através do Departamento de Popularização e Difusão da Ciência e Tecnologia do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

Sua realização conta com a participação de governos estaduais e municipais e de instituições de pesquisa e ensino, assim como de entidades científicas e tecnológicas. Universidades, empresas, escolas e profissionais interessados são convidados a se integrar, organizar e/ou desenvolver atividades em espaços públicos, escolas, empresas, ONGs, associações de moradores ou, ainda, abrir as portas de sua instituição para a população. Em particular, diretores e professores de escolas de ensino fundamental e médio são estimulados a participar com seus alunos, preparando-os, ao longo do ano, para apresentar os resultados do trabalho desenvolvido.

Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento Social é o tema da 11ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, a ser realizada de 13 a 19 de outubro de 2014.

 

Nenhum comentário para "ENSP participará da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.