Oficina requalifica trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde

Publicada em
 
 
 

*Por Annalu Silva

Com o objetivo de refletir sobre o processo de trabalho do Agente Comunitário de Saúde (ACS) no cadastramento das famílias para o balizamento do conceito e tipologias de famílias, além de conceitos das variáveis mais relevantes e identificação das facilidades e dificuldades durante o cadastro, foi realizada um oficina visando a requalificação do trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde e enfermeiros da Estratégia de Saúde da Família (ESF), no dia 18 de setembro, na Biblioteca Parque de Manguinhos.

Segundo a Apoiadora da Educação na Saúde, Isabella Koster e a Assistente de Pesquisa do PDTSP-TEIAS, Renata dos Santos Rabello, a atividade foi desenvolvida no âmbito do Teias-Escola Manguinhos e do Programa de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica em Saúde Pública (PDTSP) e pretende servir de base para desdobramentos no processo de requalificação dos agentes, como, por exemplo, treinamentos específicos.

A oficina é fruto de uma cooperação entre a gestão do Teias-Escola Manguinhos e a equipe de pesquisa responsável pelo Inquérito Domiciliar da Rede PDTSP/Teias, mobilizados pelas análises dos dados do cadastro das famílias produzidas no processo de reterritorialização das áreas das equipes e pelo inquérito, através do projeto intitulado "Análise da qualidade das informações do Sistema de Informação de Atenção Básica (Siab) em Manguinhos: uma perspectiva comparativa com um inquérito de saúde". O projeto é coordenado pela equipe da pesquisadora Marilia Sá Carvalho e apoiado pelo Programa de Desenvolvimento Tecnológico em Saúde Pública (PDTSP/Fiocruz), programa de fomento da Vice Presidência de Pesquisa e Laboratório de Referencia (VPPLR/Fiocruz).

Os ACS possuem como uma de suas principais atribuições, segundo a Política Nacional de Atenção Básica, cadastrar e manter atualizado os dados da famílias e domicílios de sua micro área de atuação na Estratégia Saúde da Família. Segundo o Analista de Sistemas da equipe de informação do Teias, Nelithon Rangel, a Ficha A é o instrumento utilizado pelos ACS para registro destes cadastros. Ela possui um conjunto de variáveis que englobam a identificação pessoal, familiar, do domicílio, dados socioeconômicos, entre outros.

O produto obtido na oficina será analisado com o intuito de realizar outros desdobramentos inerentes a (re)qualificação do processo de trabalho dos ACS, como por exemplo, treinamentos mais específicos sobre todos os campos da Ficha A, que já pode ser observado durante esta atividade. Renata Rabello, Isabella Koster, juntas com Giselle Marques e Daniela de Jesus, apoiadoras da equipe de informação do TEIAS, atuaram como facilitadoras da oficina.

*Annalu Silva é jornalista do Teias-Escola Manguinhos

Nenhum comentário para "Oficina requalifica trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.