ENSP perde o pesquisador Sergio Koifman

Publicada em
 
 
 

A Escola Nacional de Saúde Pública lamenta o falecimento, na quarta-feira (21/5), do pesquisador Sergio Koifman, aos 64 anos, decorrente de câncer. Koifman era médico formado pela Uerj, com mestrado em Medicina Social na área de Epidemiologia, pela Universidad Nacional Autónoma de México, doutorado em Medicina Preventiva, pela USP, e pós-doutorado na School of Ocupational Health, McGill University, em Montreal (Canadá). Pesquisador titular da Fiocruz, o professor desenvolveu e também coordenava o Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública e Meio Ambiente da ENSP criado em 2006, o qual recebeu nota seis na última avaliação trienal da Capes (2010-2012).

Durante sua trajetória profissional, Koifman foi coordenador adjunto do Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública da Escola (1999-2002), esteve à frente do mestrado interinstitucional em Saúde Pública da ENSP com a Universidade Federal do Pará. Pesquisador 1A do CNPq desde 1997, atuava como consultor ad-hoc do CNPq, Fapesp, Faperj, Capes e Ministério da Saúde. Possuia experiência acadêmica na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Epidemiologia do Câncer e Epidemiologia Ambiental. Também na Escola, foi editor da revista Cadernos de Saúde Pública em 1990, atuando ainda como revisor de diversos outros periódicos nacionais e internacionais.

Koifman participou da formação de centenas de epidemiologistas, além de desenvolver diversas pesquisas ligadas à temática do câncer como avaliação do controle de neoplasias de colo de útero em unidade de referência na Baixada Fluminense; fatores ambientais associados com os tumores cerebrais em adultos; a influência do polimorfismo na evolução das lesões precursoras do câncer de colo de útero; e exposição a agrotóxicos e câncer nos municípios de Teresópolis e Petrópolis, por exemplo. Em sua última entrevista para o Portal ENSP, o epidemiologista falou sobre o caso ‘Angelina Jolie’ e que a prevenção é o melhor remédio contra o câncer das mamas.

O pesquisador deixa a esposa Rosalina Jorge Koifman, pesquisadora da ENSP, um filho, uma filha e quatro netos.

Nesta quinta-feira (22/5), às 10 horas, haverá uma cerimônia religiosa judaica na Chevra Kadisha - Associação Religiosa Israelita, localizada na Rua Barão de Iguatemi, 306, Tijuca (rua da 18ª DP). O enterro está marcado para 14 horas, no Cemitério Israelita Vilar dos Teles, que fica na Avenida Automóvel Clube, 1.921, São João de Meriti.

Depoimentos de profissionais e colegas da ENSP e Fiocruz:

Paulo Gadelha – presidente da Fiocruz

“Estou muito triste porque conheço Sergio Koifman desde que ingressei na Faculdade de Ciências Médicas. Naquele momento ele já era muito atuante, tanto no movimento estudantil, quanto no campo de trabalho que foi resultante da constituição da Reforma Sanitária. Sempre acompanhei sua trajetória profissional, tornando-se uma referência fundamental para o campo da Epidemiologia no Brasil, especificamente na ENSP/Fiocruz. Essa referência abriu novos campos no caso das doenças crônicas, como o câncer, e depois, mais recentemente, em todo o trabalho que fez sobre a área ambiental e seus agravos nos processos genéticos. Lembro que estive no Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz (Fiocruz Bahia), há algum tempo, e ele foi convidado para proferir uma aula no Centro de Estudos e mesmo com todo o conhecimento que eu tinha dele, fiquei impressionado com o brilhantismo e a profundidade com os trabalhos e as questões que levou para reflexão naquela palestra. A trajetória de Koifman está sempre associada à de sua esposa, Rosalina Koifman, porque ambos foram das Ciências Médicas e estavam juntos desde os primeiros momentos que os conheci. Foi uma grande perda para a comunidade Fiocruz”.

Hermano Castro – diretor da ENSP

“Sergio Koifman foi um ícone na Saúde Pública brasileira, principalmente no que diz respeito à epidemiologia do câncer. É uma perda enorme para toda a Saúde Pública, para a construção do conhecimento ocorrida neste país nas últimas décadas e para o ensino brasileiro. O pesquisador inovou na constituição de um Programa de Saúde Pública e Meio Ambiente de excelência na Escola. Então, várias construções que foram feitas nesta instituição, e na Saúde Pública como um todo, contaram com o olhar de Sergio Koifman. Além de um profissional sempre muito correto e atencioso, foi também uma pessoa muito sensível dentro da ENSP. Teve uma trajetória na epidemiologia brasileira importante e favoreceu este campo para que pudéssemos ter um conhecimento mais aprofundado em prol do sistema de saúde brasileiro”.

Antônio Ivo de Carvalho – ex-diretor da ENSP

“Seu falecimento é uma tristeza para todos nós, mas não devemos falar em perda, pois o legado construído por ele como epidemiologista de ponta, militante da Reforma Sanitária, pesquisador e professor vai perdurar para sempre entre os alunos e os outros docentes da área. Sua presença nunca será apagada, e sua trajetória também faz parte do patrimônio desta Escola”.

Maria Cristina Guilam – coordenadora geral de Pós-Graduação da Fiocruz e pesquisadora da ENSP

"Sergio Koifman foi um grande professor para sanitaristas de diversas gerações da área da Saúde Pública e sua trajetória acadêmica merece ser destacada. Ele criou o Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública e Meio Ambiente, em 2006, que já iniciou com nota de excelência da Capes. Podemos dizer que a sua história na ENSP, e na Saúde Pública como um todo, é de extrema grandeza”.

Eduardo Ponce Maranhão - pesquisador da ENSP

"Bom colega e amigo! Vai fazer muita falta para todos nós, alunos e colegas!"

Gina Torres Rego Monteiro  - pesquisadora da ENSP

"Além de excelente professor, profissional respeitado, homem íntegro, generoso, Sérgio sempre acolheu quem o procurava, dando a maior atenção, nunca se colocando em posição superior (tipo professor doutor), mesmo tendo todos os atributos para fazê-lo. Um verdadeiro Mestre. Com ele aprendi que quem sabe mais deve socializar o saber e que uma grande alegria de quem ensina é ver a geração seguinte indo mais longe. Sua inteligência, cultura, preocupação com os bons frutos que a academia deve gerar, vão fazer muita falta... Eu vou sentir falta de um grande conselheiro, mas sei que nossa amizade é eterna."


Elizabeth Artmann - pesquisadora da ENSP

"Sergio Koifman, referência para centenas de alunos, foi também meu professor no mestrado, admirado e respeitadíssimo. Depois nos encontramos em reuniões e fóruns de pós-graduação. Uma de suas características era a gentileza aos fazer comentários em bancas, onde tive a oportunidade de participar com ele. Dava suas contribuições com alegria e didática e sempre aprendíamos todos, colegas e alunos. Trabalhos pelo caminho ficaram... Apesar de acompanhar seu estado, é difícil de aceitar que ele tenha nos deixado tão cedo. Sua passagem pela ENSP e pela vida deixou muitos, muitos frutos. E deixará saudades imensas. Carinho e solidariedade à Rosa, sua mulher, à filha, netos e família."

Eliva Seixas - Chefe do Departamento de Epidemiologia e Métodos Quantitativos em Saúde da ENSP

"Não me esqueço do modo como me acolheu no Programa. Hoje estava terminando uma aula na disciplina de História da Filosofia para a turma do Doutorado em Saúde Pública e Meio Ambiente quando soube. Coordenar esta disciplina é uma das dádivas que recebi do Sérgio. Em momentos muito difíceis da minha vida me ajudou com muita sensibilidade - coisas assim não têm preço. Sentirei muita falta..."

Tatyta Rocha - aluna do Mestrado em Saúde Pública e Meio Ambiente

"Nunca será tarde demais para agradecer ao nosso amado mestre, Sergio Koifman pela dedicação e competência com que exerceu seu papel de educador e cientista, pelo olhar sempre tão sereno que encontrávamos em meio ao desespero de nossa vida de pós-graduandos, pela paz por ele transmitida, pela sua acessibilidade e prontidão em nos atender e orientar. Meu ser hoje lamenta sua morte física, professor... mas sempre carregarei seu exemplo de vida, sua simplicidade, seu amor pela ciência em minha mente e coração.  Foi uma honra aprender com você. Me responsabilizo em fazer germinar cada boa semente lançada durante nossas aulas e assim fazê-lo reviver... Muito obrigada!"

Sergio Tavares de Almeida Rego - pesquisador da ENSP

"A morte de Sergio Koifman representa uma perda incrível para a Saúde Pública brasileira. Pesquisador que aprendi a admirar acompanhando seus trabalhos a partir das minhas atividades do Comitê de Ética em Pesquisa por sua seriedade, compromisso e preocupação social. Tive o privilégio de conviver um pouco mais com ele nos últimos anos diferentes fóruns de pós-graduação, o que me possibilitou aprender ainda mais com ele. Uma enorme perda para todos nós".

Margareth Crisostomo Portela - pesquisadora da ENSP

"Sergio era dessas pessoas que se fazem lastro... certamente não será fácil não tê-lo mais entre nós! Estabelecemos uma relação de muito carinho e respeito nos últimos anos, e é profunda a minha tristeza neste momento. Muitas lágrimas que saem do coração... Sergio foi um dos grandes pesquisadores/mestres da ENSP, com absoluto compromisso com a nossa qualidade acadêmica. Implacável muitas vezes! Ao mesmo tempo, uma pessoa de grande sensibilidade e delicadeza! Vinha acompanhando a evolução da sua doença e intuia o prognóstico. Ainda assim, sonhava com a possibilidade do sucesso do tratamento e desejava muito poder encontrá-lo no meu retorno. Ficamos com o legado deixado por ele! Particularmente também fico com a lembrança de apreciações sensíveis e palavras encorajadoras, assim como o 'ainda tenho muito o que fazer' que ele me disse, logo após me contar que estava com câncer. A Rosalina, filhos e netos, desejo força para atravessar esta passagem. Reproduzo o que uma colega me disse ontem ao me ver chorar em frente ao computador: 'veja o que você está sentindo e pense como essa pessoa foi especial!'"

 

José Luiz Telles - coordenador do Escritório da Fiocruz na África

 

"O professor Sergio Koifman nos deixou como legado o rigor científico aliado à generosidade e ao talento de compartilhar com a comunidade acadêmica sua experiência e suas opiniões. Uma perda precoce que todos nós, na saúde pública, sentiremos".

6 comentários para "ENSP perde o pesquisador Sergio Koifman"

 

  1. MARGARETH CRISOSTOMO PORTELA

    Sergio era dessas pessoas que se fazem lastro... certamente não será fácil não tê-lo mais entre nós! Estabelecemos uma relação de muito carinho e respeito nos últimos anos, e é profunda a minha tristeza neste momento. Muitas lágrimas que saem do coração... Sergio foi um dos grandes pesquisadores/mestres da ENSP, com absoluto compromisso com a nossa qualidade acadêmica. Implacável muitas vezes! Ao mesmo tempo, uma pessoa de grande sensibilidade e delicadeza! Vinha acompanhando a evolução da sua doença e intuia o prognóstico. Ainda assim, sonhava com a possibilidade do sucesso do tratamento e desejava muito poder encontrá-lo no meu retorno. Ficamos com o legado deixado por ele! Particularmente também fico com a lembrança de apreciações sensíveis e palavras encorajadoras, assim como o 'ainda tenho muito o que fazer' que ele me disse, logo após me contar que estava com câncer. A Rosalina, filhos e netos, desejo força para atravessar esta passagem. Reproduzo o que uma colega me disse ontem ao me ver chorar em frente ao computador: 'veja o que você está sentindo e pense como essa pessoa foi especial'!

  2. RAMIRO VELASQUEZ CABALLERO

    Profesor Sergio gran persona maestre en el trato a las personas, emprendedor, lider mente brillante generador de ideas dinamicas.Siempre inquieto en la pesquisa.Sus grandes aportes cientificos en Salud Pùblica y Medio Ambiente a Brasil y Amerca latina y el mundo, perduraran en los colegas alumnos y lectores.Recordar cursos de invierno que alta calidad Doy mi sentido pesame a su esposa Dra Rosalia jorge Koimanf e hijos y familiares. Sergio perdurara en la mente de todos nosotros.Adios amigo. Ramiro Velasquez Caballero.

  3. SERGIO TAVARES DE ALMEIDA REGO

    A morte de Sergio Koifman representa uma perda incrível para a saúde pública brasileira. Pesquisador que aprendi a admirar acompanhando seus trabalhos a partir das minhas atividades do comitê de ética em pesquisa por sua seriedade, compromisso e preocupação social. Tive o privilégio de conviver um pouco mais com ele nos últimos anos diferentes fóruns de pós-graduação, o que me possibilitou aprender ainda mais com ele. Uma enorme perda para todos nós.

  4. GINA TORRES REGO MONTEIRO

    Além de excelente professor, profissional respeitado, homem íntegro, generoso, Sérgio sempre acolheu quem o procurava, dando a maior atenção, nunca se colocando em posição superior (tipo professor doutor), mesmo tendo todos os atributos para fazê-lo. Um verdadeiro Mestre. Com ele aprendi que quem sabe mais deve socializar o saber e que uma grande alegria de quem ensina é ver a geração seguinte indo mais longe. Sua inteligência, cultura, preocupação com os bons frutos que a academia deve gerar, vão fazer muita falta... Eu vou sentir falta de um grande conselheiro, mas sei que nossa amizade é eterna.

  5. EDUARDO S. PONCE MARANH?O

    Bom colega e amigo ! Vai fazer muita falta para todos nós, alunos e colegas !

  6. ELIZABETH ARTMANN

    Sergio Kiofman, referência para centenas de alunos, foi também meu professor no mestrado, admirado e respeitadíssimo. Depois nos encontramos em reuniões e fóruns de pós-graduação. Uma de suas características era a gentileza aos fazer comentários em bancas, onde tive a oportunidade de participar com ele. Dava suas contribuições com alegria e didática e sempre aprendíamos todos, colegas e alunos. Trabalhos pelo caminho ficaram... Apesar de acompanhar seu estado, é difícil de aceitar que ele tenha nos deixado tão cedo. Sua passagem pela Ensp e pela vida deixou muitos, muitos frutos. E deixará saudades imensas. Carinho e solidariedade à Rosa, sua mulher, à filha, netos e família.

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.