Investimento dos royalties só para educação afetará o SUS

Publicada em
 
 
 

O ex-ministro da saúde, atual diretor executivo do Instituto Sul-Americano de Governo em Saúde (Isags) e pesquisador da ENSP/Fiocruz, José Gomes Temporão, afirmou, em entrevista para o jornal O Globo de 9 de dezembro que, até o ano 2030, o Brasil terá mais velhos para cuidar e menos jovens para educar. Segundo ele, a estagnação da saúde e a iniquidade do Sistema Único de Saúde (SUS) ocorrerão em consequência da concentração total dos recursos dos royalties do petróleo da camada do pré-sal na educação.

Temporão lembra que, segundo a publicação da Fiocruz, A saúde no Brasil em 2030, naquele ano teremos mais pessoas acima de 60 anos (40 milhões) do que jovens até 14 anos (36 milhões).

Confira a íntegra da matéria no arquivo no anexo.

Nenhum comentário para "Investimento dos royalties só para educação afetará o SUS"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.