Encerramento do Abrascão 2012 apresenta nova gestão

Publicada em
 
 
 

Tatiane Vargas

 

Esta edição do Informe ENSP encerra a cobertura jornalística da participação da Escola no 10º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, realizado de 14 a 18 de novembro, em Porto Alegre. Na cerimônia de encerramento do Congresso, o médico Luis Eugênio Portela foi empossado como novo presidente da associação para os próximos três anos, em substituição ao pesquisador Luiz Augusto Facchini. Em seus quatro dias de atividades, o Abrascão 2012 contou com participação de cerca de 8 mil pessoas e a apresentação de mais de 700 trabalhos. Além disso, a 10ª edição do congresso trouxe novidades na modalidade de apresentação dos trabalhos e ainda estiveram presentes jovens profissionais de saúde com o grupo Abrasco Jovem.

 

 

A cerimônia de encerramento teve a participação do atual presidente da Abrasco, Luis Eugênio Portela, do ex-presidente Luiz Facchini, da integrante da Comissão Científica da Abrasco, Ligia Bahia, da pró-reitora de Extensão da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Sandra de Deus, do professor da UFRGS, Ricardo Ceccim, e do secretário executivo da Abrasco, Carlos Silva. Em seu discurso de despedida, o atual presidente fez muitos agradecimentos a todas as pessoas e instituições que tornaram possível a realização do Abrascão 2012.

 

Luiz Facchini passou oficialmente a Presidência da Abrasco para Luis Eugênio Portela, que ficará no posto até 2015. “Não precisamos ser todos iguais, mas precisamos ter ideias que nos permitam convergir, estabelecer consensos e, especialmente, caminhar. Esse é um esforço que a Abrasco vem fazendo desde sempre, e tenho certeza que continuará”, destacou Facchini. 

 

Sobre a realização do Congresso, o ex-presidente citou que todos os esforços valeram a pena para tornar realidade o evento e parabenizou o novo presidente. Facchini ressaltou que a saúde coletiva não vive sem militância e sem a capacidade do coletivo de protagonizar seus avanços e alcances. “Nossa tarefa de articular academia, produção de conhecimento, apoio à formulação de políticas, além de acompanhá-las e avaliar seus resultados, é o que nos dá força e capacidade de interagir. Estamos motivados a receber a delegação do atual presidente para que continuemos realizando o aprofundamento do esforço de cooperação nacional e internacional.” 

 

Por fim, Facchini destacou que o fundamental em todos os esforços realizados por todas as pessoas que fazem parte da Abrasco é a capacidade de transformar a saúde do país, do povo, que merece e necessita de melhores condições de saúde. “Nada daquilo que fazemos na produção da pesquisa tem sentido se a saúde da nossa população não melhorar. Precisamos estar vigilantes no sentido de atingirmos melhores indicadores de saúde que nos aproximem cada vez mais das nossas metas”, concluiu. 

 

A nova Diretoria e os planos futuros

 

A nova Diretoria da Abrasco conta com cinco vice-presidentes, entre eles o pesquisador do Departamento de Ciências Sociais da Escola Nacional de Saúde Pública Nilson do Rosário. Facchini continuará atuando na Associação como membro do conselho e na atividade de coordenador de relações internacionais. O 11º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, que acontecerá daqui a três anos, será realizado em Goiânia, Goiás. Em 2013, o VI Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde acontecerá na Universidade Estadual do Rio de Janeiro, de 13 a 17 de novembro.

 

Sobre Luis Eugênio Portela de Souza e as diretrizes de sua gestão

 

Natural de Salvador, Bahia, Luis Eugênio é médico sanitarista, doutor em Saúde Pública pela Universidade de Montreal, Canadá, professor adjunto do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e pesquisador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia. Luiz Eugênio presidirá a Associação Brasileira de Saúde Coletiva até 2015.

 

Dentre as diretrizes programáticas para sua gestão, Luis Eugênio Portela destacou o apoio à consolidação da saúde coletiva como campo científico; a produção e disseminação do conhecimento; a formação de pesquisadores e professores; o apoio à implementação do Sistema Único de Saúde (SUS) universal e igualitário; e o fortalecimento da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco).

 

(Fotos: Antonio Fuchs  CCI/ENSP)

Nenhum comentário para "Encerramento do Abrascão 2012 apresenta nova gestão"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.