Saúde do Trabalhador: curso a distância fortalece Renast

Publicada em
 
 
 

Com o objetivo de fortalecer a implementação da Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador (Renast), foi realizada em São Paulo a oficina de formação do segundo grupo de tutores e coordenadores para o Curso de Especialização em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana na modalidade a distância. A formação de especialistas em São Paulo contará ao todo com cerca de 2.080 profissionais, divididos para atuação na capital e em outros municípios. O curso é resultado de uma parceria da Coordenação da Área Técnica de Saúde do Trabalhador, do Ministério da Saúde, com a ENSP, por meio do Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh) e do Centro de Vigilância Sanitária da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (CVS/DVST/SES/SP).

 

Segundo a coordenadora nacional do curso e pesquisadora do Cesteh, Rita Mattos, a oficina teve como objetivo capacitar os tutores e contou com a participação dos profissionais Rafael Arouca, Vera Frossard e Márcia Sheid, da EAD da ENSP, responsáveis pela capacitação no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA). Segundo Rita Mattos, o grande diferencial dessa formação é a utilização de material próprio para o treinamento no Ambiente Virtual. Nessa oficina foram capacitados 50 profissionais que atuarão como tutores e orientadores de aprendizagem na capital, no âmbito da Prefeitura de São Paulo, com foco na formação de 600 alunos. Na primeira oficina, realizada em dezembro de 2011, foram capacitados cerca de 57 tutores voltados para atuação em outros municípios do estado. “Ao todo, no estado, serão cerca de 150 profissionais formados para tutoria. Todos esses profissionais têm em comum o fato de atuarem no Sistema Único de Saúde. Estamos realizando um projeto de grande alcance, que visa a capacitação em larga escala”.

 

Ainda de acordo com Rita, a capacitação de recursos humanos para o desenvolvimento das ações de saúde do trabalhador nessa área está voltada para o fortalecimento da Renast. Esse fortalecimento faz parte da política de implementação da Renast, que é uma das principais estratégias para a execução da Política Nacional de Saúde do Trabalhador no âmbito do SUS. Os tutores foram treinados para atuar no estado de São Paulo, tanto na capital quanto em outros municípios. A capacitação orienta sobre como lidar com o material didático do curso e oferece treinamento sobre a ferramenta de processo dinâmico de aprendizagem que é utilizada no curso. A oficina contou também com a representante da Coordenação Geral de Saúde do Trabalhador do Ministério da Saúde Soraya Wingester Vilas Boas.

 

O curso de Especialização em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana visa à qualificação de profissionais do SUS para incorporar as relações entre produção, ambiente e saúde às práticas de saúde, de modo a solucionar problemas concretos, considerando o trabalho como determinante do processo saúde-doença e da degradação ambiental. Ele é voltado para profissionais que atuam nos Centros de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), pessoas vinculadas às vigilâncias epidemiológica, sanitária e ambiental, profissionais vinculados a serviços de sentinela em saúde do trabalhador, profissionais e coordenadores dos polos de educação permanente, vinculados às instâncias de formação do SUS local, representantes das Comissões Intersetoriais de Saúde do Trabalhador de Conselhos (nacional, estadual e municipal) de Saúde (Cist) e Conselhos Locais de Saúde dos Cerest e outros.

 

Na segunda-feira, 23 de abril, terá início o primeiro encontro presencial do curso de especialização no município de Marília, primeiro município desse projeto, com cerca de oitenta alunos. No segundo semestre do ano, haverá mais uma oficina com o objetivo de capacitar tutores para os municípios de Cruzeiro, Ilha Solteira, São José do Campos, Avaré, Santos, Cubatão, Santo André e Araçatuba.

1 comentário para "Saúde do Trabalhador: curso a distância fortalece Renast"

Uma pessoa comentou esta matéria. Comente você também!

  1. SONIA BORGES MACHADO

    Acho excelente a iniciativa do curso para capacitação de tutores, contudo, gostaria de pontuar a necessidade de ampliar tais cursos de grande importância no âmbito de Saúde do Trabalhador para capacitar profissionais de nível médio e superior (inclusive a nível de pós graduação). Parabéns!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.