Pesquisador assina revista internacional com acesso livre

Publicada em
 
 
 

O pesquisador da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/Fiocruz) Ricardo Ventura Santos, em parceria com a historiadora da ciência Susan Lindee, do Departamento de História e Filosofia da Ciência da Universidade da Pensilvânia, publicou como editor convidado um número temático da revista Current Anthropology, da Editora da Universidade de Chicago. A Current Anthropology é uma das revistas da área de antropologia de maior impacto no mundo e o número temático tem o título ‘The Biological Anthropology of Living Human Populations: World Histories, National Styles, and International Networks’. A publicação está disponível, com acesso livre, em http://www.jstor.org/stable/curranth.ahead-of-print.

Resultante de um simpósio internacional promovido pela Wenner Gren Foundation for Anthropological Research, de Nova York, o fascículo reúne trabalhos de pesquisadores de diversos países do mundo, incluindo Brasil, Estados Unidos, Alemanha, França, Portugal, Noruega, África do Sul, Austrália e Japão.  De acordo com Ricardo Ventura, “uma das linhas de interesse da publicação busca compreender, a partir de uma perspectiva histórica e comparativa, como se desenvolveram as pesquisas sobre diversidade biológica humana no mundo, que em diversos países estiveram estreitamente associadas ao tema da saúde das populações”.

Outros temas abordados incluem análises das interfaces entre a emergência de identidades étnico-raciais no mundo contemporâneo e os desenvolvimentos recentes no plano de tecnologias biológicas, e genômicas em particular. A Current Anthropology é uma revista dedicada à investigação transnacional sobre a humanidade, abrangendo toda a gama de bolsas de estudo antropológico sobre as culturas humanas e sobre os humanos e outras espécies de primatas. O jornal apresenta trabalhos em uma ampla variedade de áreas, incluindo a social, a cultural, a física e a antropológica, bem como a etnológica e etno-histórica, a arqueológica e pré-histórica, a folclórica e a linguística.

ENSP a favor do acesso aberto

Em 2011, a ENSP fez do Seminário Internacional Acesso Livre ao Conhecimento o marco inicial de sua adesão ao Movimento Internacional de Acesso Aberto ao Conhecimento. Em consonância com o movimento mundial, declara a importância da promoção do acesso universal à informação e ao conhecimento como condição essencial ao desenvolvimento sustentável das nações, à promoção da qualidade de vida das pessoas e à inovação. Dessa forma, a Escola propõe envidar esforços para garantir o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral da produção técnico-científica, artística e didática da comunidade acadêmica da ENSP.

Nenhum comentário para "Pesquisador assina revista internacional com acesso livre"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.