Avaliação em saúde: novo curso é inaugurado na ENSP

Publicada em
 
 
 

Isabela Schincariol

"A prática da avaliação não pode ser isolada. Ela pressupõe trabalho integrado, escuta orientada e generosa para que aqueles que usualmente não têm voz possam explicitar suas questões, verdades e impressões sobre o objeto de avaliação", disse a coordenadora do Laboratório de Avaliação de Situações Endêmicas Regionais do Departamento de Endemias Samuel Pessoa da ENSP, Elizabeth Moreira dos Santos, na aula inaugural do curso de especialização em Avaliação em Saúde na modalidade a distância. Durante sua palestra, que foi transmitida em vídeo, Elizabeth falou ainda sobre a necessidade de desencapsular e institucionalizar as ações de avaliação.

avaliacao_saude_evento_mesa_dentro_centrA mesa de abertura foi formada pelo diretor da ENSP, Antônio Ivo de Carvalho, a coordenadora da Educação a Distância da ENSP, Lucia Dupret, e a pesquisadora do Laser/Densp e coordenadora da especialização, Marly Marques da Cruz. A também coordenadora do curso, Elizabeth Moreira dos Santos, não pode comparecer ao encontro e gravou, em vídeo, a aula inaugural do curso em que deixou sua mensagem de saudação para os novos alunos.

Segundo Antônio Ivo, a cada novo curso e turma, a ENSP se renova se recria e se reinventa a partir do diálogo com seus alunos. Para ele, estes profissionais são tão protagonistas da história desta instituição quanto seus professores. Ressaltou ainda que, ao longo dos anos, a Escola encara as demandas do SUS como um desafio. Temos buscado caminhar em sintonia com as necessidades do SUS, com a necessidade de profissionais mais qualificados e dedicados e também com a demanda pelo conhecimento novo e adequado ao uso de tecnologias que possam ser aplicadas e difundidas dentro do sistema único, pois um sistema inovador como o SUS não vive apenas de atividades rotineiras, ele vive também de desafios, disse o diretor.

O diretor da Escola lembrou ainda que mais de 70 mil alunos já passaram pelos cursos da EAD/ENSP. Tenho certeza que vocês sairão diferentes desta especialização, pois aqui não se discute apenas técnicas e teorias. Discutimos cidadania! Ninguém pode trabalhar no SUS sem estar conectado com os compromissos sociais do Brasil, afirmou Antônio Ivo. Ele comentou também sobre o processo de acesso livre da ENSP a toda sua produção acadêmica, inclusive aos materiais didáticos desenvolvidos para os cursos de educação a distância. Estamos em um momento de upgrade pedagógico e tecnológico para continuar sendo a instituição de saúde pública mais avançada no que se refere ao uso de tecnologias de informação e de metodologias pedagógicas modernas. O Brasil é continental, o SUS é um grande sistema e nós temos de acompanhar todo esse tamanho, completou ele, dando boas-vindas aos alunos.

Com o início do curso, Lucia Dupret, coordenadora da EAD/ENSP, falou sobre a sensação de dever cumprido e de renascimento. É muito bom saber que vocês, alunos, vêm para ENSP agregar. Trazem seus saberes e incorporam o que é aprendido aqui no processo de trabalho de cada um. Além disso, contribuem para a ressignificação e aprimoramento dos nossos modelos, transformando um programa que está sempre em contínua construção.

avaliacao_saude_evento_publico_centro.jpMarly Cruz lembrou as dificuldades e percalços vividos ao longo do desenvolvimento deste curso. O Laser/Densp já tem trajetória e expertise reconhecidas na área de Monitpramento e Avaliação, porém elaborar e desenvolver um curso a distância foi um projeto muito ousado, que contou com a determinação e dedicação de todos os envolvidos, disse. A coordenadora disse ainda que existe uma grande demanda de formação na área de avaliação e, por tanto, já se pensa na realização de novas edições deste curso e também no desenvolvimento de um mestrado a distância na área, considerou Marly.

Ela falou que na maioria das vezes, os processos de avaliação não são bem recebidos, porém estão na ordem do dia, principalmente com a publicação do recente programa do governo de Avaliação de Desempenho para a Qualificação do Sistema Único de Saúde, que faz parte da Política de Monitoramento e Avaliação para a Qualificação do SUS. Ela agradeceu a todos os envolvidos no desenvolvimento do curso e destacou a cooperação da ENSP, por meio Laser/Densp e o Departamento de DST/AIDS e Hepatites Virais da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde por meio da Central de Monitoramento e Avaliação, com o apoio técnico e financeiro do Centers for Disease Control and Prevention (CDC-DPHS-Brazil).

Encerrando a mesa, Elizabeth Moreira explicou que a avaliação deve ser pensada como construção reflexiva, pois assim ela mobiliza conhecimento de diferentes esferas, problematiza o objeto a ser avaliado e nos leva a pensar sobre o sentido das ações que são objetos de nossa investigação como sistemas complexos e organizados. Toda avaliação requer generosidade, curiosidade e coragem. Ela pressupõe trabalho integrado para que aqueles que usualmente não têm voz possam explicitar suas questões, verdades e impressões sobre o objeto de avaliação.

Nenhum comentário para "Avaliação em saúde: novo curso é inaugurado na ENSP"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.