Mec e UniRede discutem mestrado em educação a distância

Publicada em
 
 
 

Estudantes e profissionais de educação de todo o Brasil podem ser contemplados com um programa de mestrado a distância. O tema foi discutido nesta quinta-feira, 18, durante reunião entre representantes da Secretaria de Educação a Distância (Seed/MEC) e da Universidade Virtual Pública do Brasil (UniRede), além de coordenadores de programas de pós-graduação de diversas universidades do país.

As discussões abordaram temas como áreas de atuação, modalidade dos cursos mestrado profissional ou acadêmico e tecnologias a serem utilizadas. O secretário de educação a distância do MEC, Ronaldo Mota, disse que a reunião ocorre no momento ideal, após várias conversas prévias. Ele ressaltou a importância de se obedecer às diretrizes da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior (Capes/MEC). Pretendemos trabalhar em cursos apoiados em linhas de pesquisas já existentes e não fugir da maneira como a Capes atua afirmou Mota.

O secretário também esclareceu que o papel da Seed no processo é de articulação. Nós não somos formuladores da proposta. Nosso papel aqui é o de ajudar no processo de articulação, garantiu. Durante a reunião, foi apresentada proposta inspirada na Rede Nordeste de Biotecnologia (Renorbio). Ou seja, diversas instituições atuam em consórcio na área de pós-graduação.

Comitê O presidente da Capes, Jorge Guimarães mostrou confiança no projeto e afirmou que a educação a distância é uma ferramenta poderosa para enfrentar desafios da educação brasileira, mas que requer cuidados em sua utilização. O comitê político da UniRede vai fazer um levantamento sobre linhas de pesquisas já utilizadas em outras instituições e das universidades que já têm competência na área. Após o levantamento, serão convocadas outras reuniões para que as decisões sobre a implantação do mestrado em educação a distância sejam mais precisas. (Assessoria de Imprensa da Seed)

Nenhum comentário para "Mec e UniRede discutem mestrado em educação a distância"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.