ENSP inicia universalização de material didático

Publicada em
 
 
 

Isabela Schincariol

Confirmando seu compromisso público de dar acesso irrestrito à produção científica da instituição, a ENSP/Fiocruz iniciou a liberação do material didático produzido no âmbito de seus cursos de educação a distância. O primeiro material a fazer parte desta ação que já é uma política institucional - é o do Curso Nacional de Qualificação de Gestores do SUS. Este processo teve início no Seminário Internacional Acesso Livre ao Conhecimento, que inaugurou o ano letivo da ENSP, em abril, e está alinhado ao Movimento Internacional de Acesso Livre ao Conhecimento. A ideia é que, aos poucos, os materiais de todos os cursos da EAD/ENSP sejam disponibilizados.

O acesso a materiais em um repositório institucional complementa e potencializa sua função, trazendo muitos benefícios para a instituição. Atualmente, a EAD/ENSP tem mais de 60 mil alunos inscritos e quase 32 mil alunos egressos de seus 46 cursos, que abrangem todos os estados brasileiros. O Curso Nacional de Qualificação de Gestores do SUS também atinge todas as regiões do país. Nele, já foram formados mais de 5 mil alunos e sua segunda versão pretende atingir mais de 7 mil participantes. Segundo Victor Grabois, membro da coordenação nacional do CNQGS, existe uma grande demanda nacional por esta formação, e a liberação de seu material didático contribui para a disseminação desse conhecimento.

Para ele, a disponibilização dos recursos educacionais dos cursos da EAD/ENSP é um grande avanço no movimento de acesso livre ao conhecimento. "Nós da coordenação nacional do Curso de Qualificação de Gestores ficamos honrados em saber que o material didático deste curso será o primeiro a ser inserido em nosso repositório institucional. Além disso, acredito que o acesso ao material didático do CNQGS fortalece muito o curso enquanto iniciativa de formação em larga escala, aumentando muito as possibilidades de que o conhecimento ali armazenado possa ser útil a outras formações e cursos destinados a qualificar a gestão do SUS, e aos profissionais de saúde e gestores do SUS em geral", afirmou.

Para o diretor da ENSP, Antônio Ivo, a decisão de colocar a produção científica da Escola disponível para acesso aberto significa um "compromisso de estender e universalizar aquilo que estamos fazendo e produzindo, em especial, o nosso patrimônio de material didático já existente e publicado em educação a distância ou vinculado a outros cursos da ENSP", disse. Ele ressaltou ainda que "a nossa instituição faz parte do sistema público, e por isso temos a obrigação de devolver a sociedade o investimento aqui feito".

Material didático ficará disponível na Biblioteca Multimídia da ENSP

O material didático da EAD/ENSP será disponibilizado na Biblioteca Multimídia da Escola, que já oferece acesso aberto a todo o seu conteúdo desde 2004, sendo pioneira nessa área na Fiocruz. A coordenadora de Comunicação Institucional da Escola, Ana Furniel, explica que a Biblioteca funciona como um repositório institucional. Segundo ela, estamos trabalhando em uma versão bem mais complexa desta ferramenta, para que este passe a ser um sistema de informação completo. Além de guardar o material, classificado e identificado, teremos também um sistema de gestão acoplado, que permitirá extrair relatórios e cruzar informações com a base de currículo Lattes".

Para ela, a disponibilização do material didático reforça a importância das discussões que aconteceram durante o Seminário de Acesso Livre ao Conhecimento. "Tivemos a presença de vários especialistas, e as soluções e definições políticas de várias instituições brasileiras e estrangeiras foram apresentadas. Desde então, estamos trabalhando para que a ENSP caminhe na direção de uma definição de Política Institucional de Acesso Aberto. Para isso, a Direção da ENSP pretende formar uma Comissão de Acesso Aberto na Escola, que dará seguimento a todos os encaminhamentos e decisões sobre o tema", completou Ana.

O material didático de todas as Unidades de Aprendizagem do Curso Nacional de Qualificação de Gestores do SUS está sendo classificado e incluído na Biblioteca pela equipe de bibliotecárias da Coordenação de Comunicação Institucional (CCI/ENSP). Este curso integra o Programa Nacional de Desenvolvimento Gerencial. Ele é composto por cinco Unidades de Aprendizagem.

O primeiro material disponibilizado na Biblioteca são os recursos educacionais da unidade de aprendizagem I: Fundamentos do Sistema Único de Saúde, composto de três capítulos. O primeiro Concepção de saúde-doença e o cuidado em saúde tem como objetivo apresentar as diferentes concepções sobre saúde-doença e cuidado, de forma a relacionar as necessidades em saúde com base nas características de uma população em um dado território; caracterizar a relação entre o processo saúde-doença e as dinâmicas existentes de cuidado relativo à organização das ações e serviços de saúde e as redes sociais de apoio; e tratar dos diferentes determinantes sociais do processo saúde-doença com base nas características de uma dada população.

Já o segundo capítulo Histórico do sistema de saúde, proteção social e direito à saúde visa apresentar as origens e a evolução do sistema de saúde brasileiro considerando os marcos da proteção social e do direito à saúde, caracterizar os marcos teóricos e conceituais que fundamentaram a reforma sanitária e deram origem ao Sistema Único de Saúde (SUS), bem como discutir os princípios e diretrizes do SUS com base na concepção de extensão dos direitos no setor saúde.

Já o terceiro capítulo 3 Princípios organizativos e instâncias de gestão do SUS apresenta aspectos relevantes para o funcionamento do sistema público de saúde, abordando a definição do papel e das atribuições dos gestores do SUS, a configuração e a forma de atuação das instâncias coletivas de negociação e de decisão sobre a política de saúde existentes no âmbito do SUS.

Nenhum comentário para "ENSP inicia universalização de material didático"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.