Carlos Gadelha assume Secretaria de Ciência e Tecnologia do MS

Publicada em
 
 
 

C_gadelha.jpgO Ministério da Saúde divulgou a lista dos secretários de saúde. Segundo informações do portal deste ministério, a equipe possui experiência técnica, ampla atuação no setor e trabalhará de forma integrada por objetivos como a garantia do acolhimento de qualidade em tempo adequado às necessidades da população. Entre os secretários está o pesquisador da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/Fiocuz) Carlos Augusto Grabois Gadelha, que assumiu a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos (SCTIE). Na Fundação, Gadelha era vice-presidente de Produção e Inovação em Saúde.

Em seu discurso de posse, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, disse que uma de suas prioridades de gestão será garantir o atendimento de qualidade à população em tempo adequado para o tratamento do paciente.

Confira os secretários

SECRETARIA EXECUTIVA (SE)
Secretária: Márcia Amaral

Graduada pela Escola Paulista de Medicina (atual Unifesp), Márcia Amaral é especialista em Saúde Pública pela USP e mestre em Saúde Coletiva pela Unicamp, onde cursa Doutorado na mesma área. Coordenou e participou na Unicamp e em outras instituições de cursos na área de saúde pública e hospitalar.

Médica sanitarista e servidora de carreira da Secretaria Municipal de Saúde de Campinas, Márcia Amaral foi do quadro da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo entre 1980 e 1992. Em Campinas, desempenhou funções de direção no âmbito do SUS, como diretora regional de Saúde de Campinas, entre 1997 e 1998, durante a gestão do então governador Mário Covas.

Foi diretora de Programa da Secretaria Executiva e do Gabinete do Ministro no Ministério da Saúde (2003-2005) e consultora na área de Gestão Pública da Saúde para os ministérios da Saúde e do Planejamento, para a Universidade Federal de São Carlos, para a Hemobras e para a Secretaria de Estado da Saúde e Defesa Civil do Rio de Janeiro em 2007, no governo Sérgio Cabral.

SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE (SAS)
Secretário: Helvécio Magalhães

Graduado pela Universidade Federal de Minas Gerais, onde também se especializou em Epidemiologia e em Clínica Médica, Helvécio Miranda Magalhães Júnior é doutor em Planejamento de Saúde pela Unicamp.

À frente da Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Belo Horizonte, entre 2003 e 2008, Helvécio Miranda foi diretor financeiro, vice-presidente e presidente do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems). Desde 2000 é consultor da Agência Nacional de Saúde Suplementar.

SECRETARIA DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INSUMOS ESTRATÉGICOS (SCTIE)
Secretário: Carlos Gadelha

É doutor em Economia da Indústria e da Tecnologia pela UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e Mestre em Ciência Econômica pela Unicamp.

Durante os mais de 20 anos como servidor da Fiocruz, ocupou cargos como o de vice-presidente de Produção e Inovação em Saúde, onde desenvolveu estudos sobre o complexo industrial da saúde, que resultaram na política nacional em curso de desenvolvimento das potencialidades da indústria de saúde no Brasil.

Coordenou o Mestrado Profissional em Política e Gestão de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca da Fiocruz e exerceu o cargo de Secretário Nacional do Programa de Desenvolvimento Regional do Ministério de Integração Nacional de 2003 a 2006.

SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE (SVS)
Secretário: Jarbas Barbosa

Graduado em Medicina pela Universidade Federal de Pernambuco, Jarbas Barbosa da Silva Júnior é especialista em Saúde Pública e em Epidemiologia pela Escola Nacional de Saúde Pública da Fiocruz, mestre em Ciências Médicas e doutor em Saúde Coletiva pela Unicamp.

Entre 1997 e 2003, foi diretor do Cenepi (Centro Nacional de Epidemiologia) da Funasa, órgão que antecedeu a Secretaria de Vigilância em Saúde. Com a criação da SVS, em 2003, Jarbas Barbosa tornou-se secretário da área. Em 2006, ainda no Ministério da Saúde, assumiu a Secretaria Executiva.

Jarbas Barbosa já gerenciou a área de Vigilância em Saúde, Prevenção e Controle de Doenças da Organização Pan-Americana de Saúde/Organização Mundial da Saúde(Opas/OMS), em Washington, entre 2007 e 2010. Nos anos 90, em Pernambuco, foi Secretário Estadual de Saúde e Secretário de Saúde da Prefeitura Municipal de Olinda.

SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA (SGEP)
Secretário: Odorico Monteiro

Médico com especialização em Saúde Coletiva pela Universidade Federal do Ceará, Odorico Monteiro é pós-doutor em Saúde pela Universidade de Montreal e professor adjunto da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará, onde leciona para alunos da pós-graduação.

Entre 2005 e 2008, foi secretário municipal de Saúde da prefeitura de Fortaleza. Ao longo dos anos 90, foi secretário de Saúde dos municípios cearenses de Icapuí, Quixadá e Sobral.

Odorico Monteiro presidiu, de 2003 a 2005, o Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde (Conasems).

SECRETARIA DE GESTÃO DO TRABALHO E EDUCAÇÃO EM SAÚDE (SGTES)
Secretário: Milton Arruda

Milton de Arruda Martins é professor titular da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), instituição onde se graduou e obteve os títulos de mestre, doutor e livre-docente em patologia, além de ter pós-doutorado na Harvard Medical School. Na universidade, é presidente das comissões de coordenação e graduação da Faculdade de Medicina e coordenador do Centro de Desenvolvimento de Educação Médica.

No Hospital das Clínicas, foi diretor das divisões de Clínica Médica, Clínica Geral e Propedêutica e chefe do Laboratório de Terapêutica Experimental. Entre 2004 e 2008, foi presidente da Associação Brasileira de Educação Médica (Abem).

Autor e organizador de oito livros na área da saúde, Milton Martins foi vencedor do Prêmio Jabuti em 2010, na categoria Ciências Naturais e da Saúde, pelo livro Clínica Médica.

SECRETARIA ESPECIAL DE SAÚDE INDÍGENA (Sesai)
Secretário: Antônio Alves

Médico graduado pela UnB (Universidade de Brasília) e especialista em Cirurgia Geral e em Medicina do Trabalho, Antônio Alves de Souza é servidor de carreira do Ministério do Trabalho desde 1977, quando foi Secretário de Segurança e Medicina do Trabalho.

Desde outubro de 2010 está no comando da Secretaria Especial de Saúde Indígena. Coordenou o grupo de estudos que viabilizou a estruturação da nova secretaria e participou do processo de transição das atribuições da saúde indígena da Funasa para o Ministério da Saúde.

No ministério, exerceu os seguintes cargos durante as gestões dos ministros Humberto Costa, Saraiva Felipe, Agenor Álvares e José Gomes Temporão: secretário de Gestão Participativa; chefe de gabinete e secretário executivo.

Nota oficial divulgada pela Presidência da Fiocruz sobre a indicação de Carlos Gadelha

Carlos Gadelha ocupará Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do MS

O Ministério da Saúde confirmou a indicação do vice-presidente de Produção e Inovação em Saúde da Fiocruz, Carlos Gadelha, para ocupar a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos (SCTIE) do Ministério da Saúde. Carlos Gadelha foi vice-presidente nos últimos quatro anos, período em que participou da atual gestão, do presidente Paulo Gadelha, e da anterior, do ex-presidente Paulo Buss. Em Brasília, Gadelha continuará a contribuir para o fortalecimento do SUS e dos campos da ciência e tecnologia e da inovação em saúde. A indicação para cargo de tamanha relevância reforçará e ampliará as parcerias entre o MS e a Fiocruz. A Presidência da Fiocruz parabeniza Carlos Gadelha pela indicação.

Mestre e doutor em economia, Carlos Gadelha desenvolveu diversos projetos de pesquisa na Fundação, destacando-se os estudos sobre o Complexo Econômico e Industrial da Saúde (Ceis), estes em parceria com o ex-ministro da Saúde José Gomes Temporão. Na Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp), implantou o primeiro mestrado profissional do país na área de Política e Gestão da Ciência e Tecnologia em Saúde, voltado para instituições de referência do Sistema Nacional de Inovação em Saúde, hoje contemplando a Fiocruz, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) e o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into).

Nenhum comentário para "Carlos Gadelha assume Secretaria de Ciência e Tecnologia do MS"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.