Núcleo de Assistência Farmacêutica realiza pesquisa sobre o Projeto Remédio em Casa

Publicada em
 
 
 

Logo_avaliando_P.jpgCom o objetivo de analisar a implantação do Projeto Remédio em Casa, o Núcleo de Assistência Farmacêutica do Departamento de Ciências Biológicas da Escola Nacional de Saúde Pública (NAF/DCB/ENSP), em parceria com a Secretaria de Saúde e Defesa Civil do Estado do Rio de Janeiro, está realizando uma pesquisa que avalia o nível de implementação do projeto e seu alcance. Avaliar quanto do projeto já foi implementado, analisar o trabalho nas farmácias, verificar a regularidade dos tratamentos e, consequentemente, obter o aumento da adesão ao tratamento são alguns dos objetivos propostos na pesquisa.

Logo_avaliando_G.jpg

De acordo com Vera Lúcia Luiza, coordenadora da pesquisa e pesquisadora do NAF, o Projeto Remédio em Casa é uma iniciativa pioneira criada pela prefeitura do Rio de Janeiro em 2002. É o único programa de distribuição pública gratuita de medicamentos que envia produtos para hipertensão e diabetes diretamente à residência dos pacientes. Existe uma lista de oito itens de medicamentos, que são enviados para as casas dos pacientes do município do Rio de Janeiro, explica ela.

Segundo Vera, em 2006, houve uma chamada da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) para projetos na área da saúde. O grupo da assistência farmacêutica da ENSP, acompanhado de uma equipe da prefeitura e de profissionais dos programas de hipertensão e diabetes, montou uma proposta de avaliação do projeto.

Vera_Luiza.jpgA coordenadora explica que, desde de 2006, essa experiência está sendo documentada, pois trata-se de uma experiência com pouca produção acadêmica específica. Com a ajuda da Escola de Estatística do IBGE, serão visitados, ao todo, cerca de 600 usuários do programa para obter informações sobre a adesão ao tratamento, a satisfação com o programa e, principalmente, como estão os usuários do programa neste momento devido à sua interrupção. Pretendemos saber como os pacientes cumpriram seus tratamentos nesse período em que o programa esteve parado, desde agosto de 2008 até o início deste ano, quando o projeto volta a ser posto em prática", enfatizou.

Ainda de acordo com Vera, o trabalho de campo, que teve início em janeiro de 2010 e irá até meados de fevereiro, está sendo realizado nas 87 unidades públicas que já operavam o programa. Estamos trabalhando para trazer subsídios para a melhoria do programa. Com os resultados da pesquisa, o grupo elaborará um sumário executivo que será enviado para as unidades de saúde, além de criar cartazes com os dados coletados para serem afixados nas unidades de saúde, visando informar os pacientes. O NAF/ENSP pretende ainda realizar um seminário com os representantes do Conselho Municipal de Saúde (Conasems) e das Unidades de Saúde previsto para abril de 2010 para apresentação desses resultados.

1 comentário para "Núcleo de Assistência Farmacêutica realiza pesquisa sobre o Projeto Remédio em Casa "

Uma pessoa comentou esta matéria. Comente você também!

  1. Elizangela Eugenio

    Bom dia! Sobre este projeto, a matéria é de 2010, gostaria de saber se foi implantado com sucesso e se esta ativo atualmente. Se sim, gostaria muito de saber como garantem a integridade do medicamento enviado via correio, por exemplo a temperatura estável destes durante o trajeto. Obrigada! elizangela.eugenio@iov.med.br

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.