Público lota Tenda da Saúde para assistir último dia do Prata da Casa

Publicada em
 
 
 

A Tenda da Saúde recebeu um grande público no último dia do Festival Prata da Casa, quinta-feira (24/09), para assistir a shows de música e teatro. O primeiro foi Vem Me Ver, do médico homeopata Pedro Jonathas, do Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria da ENSP. Mesclando poesias, clássicos da MPB e músicas de sua autoria, Pedro Jonathas também falou da luta contra a fome e a desigualdade travada pelas personalidades que inspiraram a semana comemorativa dos 55 anos da ENSP. Em seguida, o público assistiu à apresentação de Irene Azevedo no show de MPB V do Avesso.

P_Jonathas_centro_55anos.jpgEm seu show de voz e violão, Irene leu frases de Gandhi e Josué de Castro escritas nos cartazes decorativos da tenda e tocou músicas de artistas da música popular brasileira como Nando Reis e Paulinho Moska. Antes, o médico Pedro Jonathas falou sobre o processo de composição de suas canções, baseadas no trabalho e na vida desses homens, como Coração África dedicada a Nelson Mandela.

Além das apresentações musicais, também foi exibido na Tenda da Saúde o documentário Filipe de 2006, produzido e dirigido por Margarida Hernandez. O filme apresenta a vida do garoto Filipe dentro do hospital enquanto espera por um transplante de coração e fala de seu otimismo e a esperança na luta pela vida.

Encerrando as atividades culturais da Tenda, o grupo de teatro A Gente da Favela, formado por alunos do Programa de Educação para Jovens e Adultos (Peja) da comunidade de Manguinhos, encenou a peça Saúde da Saúde, escrita e dirigida por Geraldo de Andrade. Com humor e críticas ácidas, a peça debate as condições atuais da saúde brasileira e alerta para a necessidade de rever o conceito. Através do diálogo de oito atores que representavam profissionais da saúde e trabalhadores de outras áreas, o grupo falou do meio ambiente, segurança no trabalho e fez críticas à corrupção na política, que impede que mais recursos cheguem à saúde.

Fora da Tenda da Saúde, a Oficina Artesanal do Centro de Saúde Escola expôs produtos feitos pelos participantes da oficina, como panos de prato, de mesa e outros produtos. Além de funcionar como uma terapia, proporcionando a troca de saberes entre os participantes, a Oficina também é uma forma de promover a geração de renda dentro e fora da comunidade de Manguinhos.

S_Bucal_centro_55anos.jpgA equipe de odontologia do Centro de Saúde Escola também expôs seu trabalho, orientou os presentes sobre as formas corretas de escovar os dentes com o Bocão - uma grande boca de madeira utilizada na demonstração. Fantasiadas de Bruxa Docilda e Fada dos Dentes, a equipe mostrou a encenação orientada ao público infantil sobre como cuidar dos dentes. No eterno embate entre o bem e o mal, a Bruxa Docilda incitava as crianças a comerem doces, e a Fada dos Dentes alertava-os para os problemas que a sua ingestão pode trazer.

Nenhum comentário para "Público lota Tenda da Saúde para assistir último dia do Prata da Casa"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.