Filmes, música e dança movimentam terceiro dia do aniversário da ENSP

Publicada em
 
 
 

Na quarta-feira (23/09) - terceiro dia de comemoração do aniversário de 55 anos da ENSP -, a animação na Tenda da Saúde ficou por conta da apresentação de dança sênior do grupo de idosos do Programa de Atenção à Saúde do Idoso (Pasi), do Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria (CSEGSF/ENSP). A equipe de nutrição do Centro de Saúde Escola também fez uma exposição sobre como aproveitar melhor os alimentos. Foram exibidos ainda os documentários Ser Tão e TPC - Nosso Trabalho Sobre Sida.

Tenda_dia23-09_centro001_55anos.jpgAntes da apresentação dos idosos, a coordenadora do Pasi, Leila Rasina explicou os benefícios da dança sênior. "A atividade trabalha o ritmo, a lateralidade, as noções de tempo e espaço. Já a repetição nas coreografias estimula a memorização", disse. Ao final da apresentação, Leila convidou o público para participar da dança sênior de integração, que tem o objetivo de promover um encontro entre pessoas de diferentes faixas etárias. "Muitos acham que a dança sênior é fácil. Por isso, convido todos aqui para participar da atividade e ver como ela é". Um grande número de pessoas se reuniu ao grupo para dançar outras duas músicas e conhecer um pouco mais a atividade.

Do lado de fora da Tenda da Saúde, a equipe da nutrição do Centro de Saúde Escola dava explicações sobre o aproveitamento integral dos alimentos. Atualmente, cerca de 30% dos nutrientes são perdidos ao utilizar apenas a polpa dos alimentos. O grupo mostrou como é possível reaproveitar talos e cascas que geralmente vão para o lixo. Os participantes puderam degustar pratos como torta de abóbora com recheio de talos, cocada de intercasca de melancia, sanduíche de talos e suco de abacaxi com casca e hortelã. Segundo a nutricionista Sueli Rosa Gama, do Centro de Saúde Escola, "além de diminuir o desperdício e o volume de lixo, ao comermos partes de frutas e outros alimentos que não temos o hábito de ingerir, como a casca e o talo, estamos também promovendo a saúde aproveitando os nutrientes presentes nessas partes dos alimentos".

O grupo também esclareceu a população a respeito da quantidade de sal em alimentos industrializados. Tubos de ensaio, onde o sal dos alimentos era separado, foram apresentados aos presentes, representando a quantidade de sal encontrada em alimentos largamente consumidos. Depois, o grupo fez recomendações sobre a quantidade ideal de sal na comida. Para uma pessoa saudável, o recomendado é 6 g de sal por dia, já para os hipertensos, essa quantidade é reduzida de 2 a 4 g. Além disso, o grupo trouxe dois projetos desenvolvidos no Centro.

Tenda_dia23-09_centro002_55anos.jpgO primeiro acompanhou crianças pré-puberes e a evolução de fatores de risco - como obesidade ou uma alimentação com alto teor de açucar, gorduras e pobre em micronutriente -, para doenças cardiovasculares estimados a partir de aspectos sociodemográficos, econômicos, familiares e o efeito de ações e práticas de assistência individual e coletiva nos desfechos. O projeto de 2004 fez um estudo longitudinal de 231 crianças de 6 a 11 anos. A conclusão foi que a articulação com a Estratégia de Saúde da Família (ESF) teve importância fundamental para este novo modelo de acompanhamento. Já o outro projeto foi um estudo dos hábitos alimentares em uma coorte de crianças em vigilância para os fatores de risco de doenças cardiovasculares atendidas em uma unidade básica de saúde.

Foram exibidos, ainda, dois documentários. O primeiro foi Ser Tão, prêmio de melhor curta-metragem da Associação Brasileira de Documentaristas de São Paulo no Festival É tudo verdade e prêmio de Expressão Cultural do Festival Perro Loco. O curta retrata os rituais do teatro e da guerra na cidade de Canudos, que ressurge das águas e do esquecimento na encenação do texto Os Sertões, de Euclides da Cunha, pelo Teatro Oficina Uzyna Uzona, com direção de José Celso Martinez Corrêa. O outro foi TPC - Nosso Trabalho Sobre Sida. Dirigido por Reginaldo Bianco, o vídeo mostra como um grupo de estudantes moçambicanos decide fazer seu TPC trabalho para casa sobre a Aids. O documentário recebeu Menção Honrosa na 5ª VideoSaúde, Mostra Nacional de Vídeos em Saúde, promovida pela VideoSaúde - distribuidora da Fiocruz.

Nenhum comentário para "Filmes, música e dança movimentam terceiro dia do aniversário da ENSP"

Ninguém ainda comentou esta matéria. Seja o primeiro!

comente esta matéria

Utilize o formulário abaixo para se logar.