Encontro de Gestores apresenta Programa de Formação e lança sítio do curso

Publicada em
 
 
 

qualif_gestores_SUS_mapa_capa.jpgNo segundo dia do VI Encontro Nacional de Escolas e Centros Formadores em Saúde Pública foi apresentado o Programa de Formação Docente na área de Vigilância da Saúde para as Escolas e Centros Formadores em Saúde Pública/Coletiva. Na ocasião, também foi realizado o lançamento do sítio eletrônico do Curso Nacional de Qualificação dos Gestores do SUS. As apresentações e o áudio do evento já estão disponíveis na Biblioteca Multimídia da ENSP.

A mesa de abertura foi composta pela integrante da Secretária de Vigilância Sanitária (SVS) Sônia Brito, e pelos coordenadores temáticos da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP), Inácio Jardim Motta, Paulo Sabroza, Marcelo Firpo e Marcelo Rasga.

A solenidade foi iniciada por Sônia Brito, que destacou que um dos maiores objetivos da SVS é minimizar, no nível central, os problemas da precariedade de recursos humanos em vigilância em saúde. A coordenadora ressaltou ainda que desde 2003 vem sendo desenvolvidas formações de rede em parceria com as instituições de ensino. Um dos frutos desta parceria, são os cursos que oferecemos. Cursos de forma descentralizada que dão oportunidade as instituições locais.

Queremos fortalecer a rede juntos as Secretárias de Gestão do Trabalho e Educação em Saúde do Ministério da Saúde (SGTS/MS), integrando o Brasil como um todo, minimizando as necessidades de deslocamento, concluiu Sônia. Após a integrante da SVS falar sobre as parcerias e propostas do Ministério da Saúde, o professor da ENSP, José Inácio Jardim Mota, apresentou o Programa de Qualificação Docente em Vigilância da Saúde. Inácio é um dos coordenadores temáticos do projeto, junto com Paulo Sabroza, Marcelo Firpo e Marcelo Rasga, também professores da ENSP.

Segundo Inácio, a origem da proposta surgiu das necessidades de qualificação docentes apontadas pela pesquisa nacional no âmbito da rede de centros de formação para o SUS, e das necessidades de qualificação docentes apontadas pela SVS para fazer frente aos desafios do processo de organização das vigilâncias locais, especialmente a epidemiológica e ambiental.

encontro_nac_EGS_inacio_centro.jpgA pesrpectiva metodológica do programa é constituida em quatro eixos estratégicos: a vigilância epidemiológica, a vigilância ambiental, os processos educacionais e a investigação em saúde. Esse eixos se articulam em hélice sendo a centralidade carreada pelas vigilâncias, onde os processos educacionais e a investigação orbitam em torno deles, ressaltou Inácio.

O coordenador temático concluiu apresentando as estapas do programa, entre elas estão a consolidação da equipe central com um coordenador por eixo, as oficinas com atores/docentes com experiência reconhecida nos quatro eixos, oficinas de construção do currículo, a qualificação dos mediadores de aprendizagem, a seleção dos aprendizes junto com os centros formadores, e por fim, o início do processo de qualificação. A proposta do grupo é que o Programa de Qualificação Docente em Vigilância da Saúde seja titulado como um curso de especialização, terminou ele.

Paulo Sabroza, outro coordenador temático do projeto também apresentou suas propostas para o programa. Entre elas estão: a vigilância de problemas coletivos de saúde, a vigilância de base territorial, e a utilização de diferentes métodos e fontes de informação, entre outras propostas. A oportunidade da proposta atual vêm das possibilidades decorrentes da concretização de projeto de formação de docentes para o ensino da vigilância em saúde nas escolas de saúde pública de diversas unidades federadas, e com o apoio político e participação técnica da SVS, da ENSP e de outros Centros de Formação em Saúde Pública / Coletiva, ressaltou o coordenador.

Qualificação Nacional de Gestores: formação e informação para todo país

eduardo_EAD_EGS_site.jpgPara encerrar as atividades do segundo dia do Encontro, o pesquisador do Departamento de Administração e Planejamento em Saúde (Daps/ENSP) Walter Mendes, fez uma ampla apresentação do Curso Nacional de Qualificação dos Gestores do SUS. Este curso, oferecido na modalidade a distância, foi desenvolvido pela ENSP em parceria com as Escolas e Centros Formadores em Saúde Pública. Ele integra o Programa Nacional de Qualificação de Gestores e Gerentes do SUS - Mais Saúde, do Ministério da Saúde e é voltado para trabalhadores da área que desempenham funções estratégicas na gestão dos serviços e sistemas de saúde.

Este curso atinge todas as regiões do país. Em cada região que abrimos vagas, recebemos centenas de inscrições. A demanda brasileira por esta qualificação é muito expressiva, apontou Mendes. Após a apresentação do curso, o responsável pelo Setor de Criação e Arte da Educação a Distância da ENSP, Eduardo Morcillo, fez o lançamento do sítio eletrônico do Curso Nacional de Qualificação dos Gestores do SUS. De acordo com Eduardo, este site também foi desenvolvido como forma de divulgar essa iniciativa no país. E explicou que em suas páginas todos os interessados podem acessar a ementa e o material didático utilizado no curso. Além disso, também disponibilizamos informações como o cronograma dos encontros e os números de alunos e tutores envolvidos nesta qualificação em cada região do país.