1. Nesta quinta-feira, Dia do Médico, ENSP lançará Observatório para monitorar tendências da profissão

    Em 18 de outubro, data em que se celebra o Dia do Médico, a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) lançará o Observatório da Medicina, uma plataforma digital conduzida por professores, pesquisadores e pós-graduandos em saúde sobre as questões que norteiam a profissão, sobretudo a respeito da prática médica, suas transformações e impactos sociais, culturais, tecnológicos, econômicos, laborais e no sistema de saúde do país. 
     

  2. Cesteh/ENSP debate o papel do professor com Roda de Conversa

    O Cesteh/ENSP promoveu uma Roda de Conversa em homenagem ao Dia dos Professores, celebrado em 15 de outubro. Com o tema A dor e a delícia de sermos professoras e professores: relações de gênero, saúde e trabalho docente, a atividade contou com a participação da professora da UFRJ, Regina Simões Barbosa. O debate foi coordenado pelo Grupo de Pesquisa Sintheses e pela coordenadora do Cesteh, Kátia Reis.

  3. Guerra semiótica, políticas sociais e saúde: oficina aborda o tema

    Quais as possibilidades de se empregarem estratégias de guerra semiótica na defesa de políticas sociais, em especial, da política de saúde e seu financiamento? Como lidar com o cenário atual, em que símbolos conhecidos convertem-se em ícones, rapidamente massificados e viralizados, em que em que o SUS e a educação pública têm seus significados alterados pelo uso dos armamentos dessa guerra? Essas questões orientarão a oficina Guerra semiótica, políticas sociais e saúde. 

  4. Mais da metade dos jovens acompanhados no SUS têm alimentação inadequada

    Os adolescentes acompanhados pelos serviços de atenção básica, do SUS, estão se alimentando mal. Dados do SISVAN, apontaram que, em 2017, 55% deles consumiram produtos industrializados regularmente, como macarrão instantâneo, salgadinho de pacote ou biscoito salgado. Além disso, 42% desses jovens ingeriram hambúrguer e/ou embutidos; e 43% biscoitos recheados, doces ou guloseimas.

  5. Comissão Pastoral da Terra disponibiliza publicação Conflitos no Campo Brasil 2017

    A Comissão Pastoral da Terra disponibilizou, para download gratuito, a publicação anual Conflitos no Campo Brasil 2017. Essa é a 33ª edição do relatório que reúne dados sobre os conflitos e violências sofridas pelos trabalhadores e trabalhadoras do campo brasileiro, neles inclusos também indígenas, quilombolas e demais povos tradicionais. O relatório de 2017 destaca o maior número de assassinatos em conflitos no campo dos últimos 14 anos, 71 assassinatos - 10 a mais que no ano anterior, quando foram registrados 61 assassinatos.

  1. + MAIS NOTÍCIAS

entrevistas

ACS fala sobre a situação dos profissionais de Saúde

Fabio Monteiro, agente comunitário de saúde e diretor da Comissão de Agentes Comunitários (Comacs), analisa a Semana do ACS e a precarização da saúde.

MAIS ENTREVISTAS

  1. Cesteh/ENSP debate o papel do professor com Roda de Conversa
  2. Viver até Quando? E Como? CCI promove Roda de Conversa no 'Mês Amarelo'
  3. Semana do ACS discute violência e saúde em territórios vulnerabilizados
  4. 'Encontros do Cesteh' debate Emergência e Desastres em Saúde
  5. #souMuseuNacional #souUFRJ#souEstadoBrasileiro: ENSP recebe colaborações em defesa do Museu Nacional e da UFRJ
  6. Palestra aborda punitivismo, democracia e as contradições do regime político brasileiro
  1. ENSP 64 Anos: Confira o vídeo produzido durante as comemorações
  2. Aula aberta debate os 40 anos da Reforma Psiquiátrica
  3. Homenagem à Marielle no aniversário da ENSP: assista aos vídeos da atividade
  4. RedEscola 10 anos: assista aos vídeos da comemoração
  5. Homenagem à Marielle reuniu familiares, amigos, artistas e ativistas no aniversário da ENSP
  6. Abrascão 2018: Confira os debates em vídeo

mais buscadas

abrasco   aids   arouca   besserman   biblioteca   ceensp   cesteh   claves   concurso   csegsf   cursos   daps   demqs   dengue   densp   educação a distancia   endemias   ensp   epidemiologia   epsjv   especialização em saúde pública   especialização   faperj   fiocruz   funasa   giovanella   manguinhos   mestrado profissional   mestrado   opas   plataforma siga   radis   residência   saude do trabalhador   saúde mental   saúde   siga   sinval   terrapia   tuberculose