1. ENSP define regulamento e calendário da eleição para Direção

    Em reunião nesta quinta-feira (23/3), o Conselho Deliberativo e a Comissão Eleitoral da ENSP definiram a publicação do edital, o Regulamento Eleitoral, o Formulário para Inscrição de Candidatura e as Regras da Campanha para o cargo de diretor da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) para o quadriênio 2017-2020. A inscrição das candidaturas será de 27 a 29 de março, das 9h às 16h. A campanha eleitoral será entre os dias 6 de abril e 9 de maio, e a votação está marcada para os dias 10 (9h às 17h) e 11 de maio (9h às 16h). A posse está agendada, inicialmente, para o dia 25 de maio de 2017.

  2. Seção especial destaca ações da Fiocruz na luta contra a tuberculose

    Em 2017, a Organização Mundial de Saúde (OMS) iniciou o segundo ano da campanha global Unidos para Acabar com a Tuberculose (United to End TB, em inglês), uma das dez maiores causas de morte em todo o mundo, com 10 milhões de novos casos notificados por ano, levando mais de um milhão de pessoas a óbito. Nos últimos anos, a preocupação com esses números elevados fez com que a OMS redefinisse a classificação de países prioritários para o período de 2016 a 2020. Três são as listas prioritárias, definidas segundo os critérios epidemiológicos: carga de tuberculose; tuberculose multidrogarresistente; e coinfecção TB/HIV. O Brasil, que ainda permanece entre os 20 países que apresentam mais casos da doença, encontra-se em duas dessas listas, ocupando a 20ª posição na classificação de carga da doença e a 19ª quanto à coinfecção TB/HIV. Em depoimento ao Informe ENSP, o médico pneumologista Hermano Castro, diretor da Escola Nacional de Saúde Pública, destacou o necessário investimento na infraestrutura urbana e o combate à pobreza como fatores ímpares no controle da tuberculose.

  3. Pesquisadora integra comitê do Banco Mundial na área de tuberculose e doença pulmonar ocupacional

    O Banco Mundial nomeou a pesquisadora Margareth Dalcolmo, do Centro de Referência Professor Hélio Fraga, da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (CRPHF/ENSP), integrante do Comitê Regional de Apoio a Projetos nas Áreas de Doenças Respiratórias Ocupacionais e Tuberculose para a África Subsaariana. O grupo, que reúne membros de diferentes países, fornece suporte técnico e científico para melhoria da cobertura e qualidade dos serviços de controle da tuberculose e de doença pulmonar ocupacional nos países africanos, além de prover as condições adequadas para submissão de projetos financiados pelo Banco Mundial. A pneumologista da Fiocruz é a primeira brasileira indicada para compor o comitê.

  4. Médica esclarece reportagem sobre vacinação contra febre amarela na ENSP; campanha inicia neste sábado (25/3)

    A médica Celina Boga, do Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria, unidade de saúde da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, da Fiocruz, rebateu, na quarta-feira, a reportagem veiculada em jornal de grande circulação do Rio de Janeiro, cujo texto mencionou a indisponibilidade de vacinas nos postos de saúde da instituição para seus próprios funcionários. Segundo a médica, o CSEGSF “não integra a rede de vacinação contra a FA e segue estritamente os protocolos técnicos das autoridades sanitárias competentes”. Ainda de acordo com ela, a unidade de saúde estará integrada à rede de postos que iniciará a campanha de vacinação contra febre amarela no próximo sábado.

  5. Praça Pac Manguinhos: evento realiza mutirão no próximo sábado

    O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) realizou diferentes obras em Manguinhos, mas a atual situação política e econômica do Brasil e do Rio de Janeiro está comprometendo a manutenção e funcionamento de equipamentos como escolas, parques e bibliotecas. Com o objetivo de mobilizar autoridades, os moradores e trabalhadores do território, incluise da Fiocruz e dos bairros vizinhos, estarão reunidos em um mutirão para limpeza, pintura e pequenos consertos em Manguinhos, no sábado (25/3), às 8h30. 

  1. + MAIS NOTÍCIAS

entrevistas

Índice de tratamento do esgoto brasileiro é 'muito ruim', diz pesquisador. Assunto é tema do Dia Mundial da Água

Em 2017, o Dia Mundial da Água, celebrado em 22 de março, elegeu como tema as águas residuais. Apesar de impróprias para o consumo, essas águas são os recursos hídricos que podem ser utilizados para outros fins após tratamento. Porém, ao redor do mundo, apenas 20% desses recursos passam por tratamento sanitário, o resto volta à natureza, levando poluição. Para comentar o assunto, o pesquisador Renato Castiglia Feitosa, do Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental da ENSP, concedeu a entrevista a seguir.

MAIS ENTREVISTAS

  1. Pesquisa da ENSP analisa assistência de saúde às gestantes presidiárias de Maputo, Moçambique
  2. Vereador Alexandre Arraes visita Hélio Fraga
  3. Nísia Trindade Lima recebe o cargo de presidente da Fiocruz
  4. ENSP e secretarias municipais realizam seminário sobre o combate ao 'Aedes'
  5. Parceria EAD/ENSP e Marinha oferta curso de Gestão em Saúde
  6. ENSP é reconduzida à secretaria executiva da Rede de Escolas de Saúde Pública
  1. Conheça mais sobre o Projeto Político Pedagógico da ENSP
  2. 'Reformulação dos marcos legais deve preceder discussão sobre a privatização da Cedae'
  3. Encontro na ENSP destaca desafios da Atenção Primária em Saúde
  4. Disponíveis on-line vídeos sobre saúde e ambiente
  5. Vítimas das obras dos Jogos Olímpicos Rio 2016 recebem homenagens da Fiocruz
  6. Centro de Estudos da ENSP sobre saúde nas prisões está disponível em vídeo

mais buscadas

abrasco   aids   arouca   besserman   biblioteca   ceensp   cesteh   claves   concurso   csegsf   cursos   daps   demqs   dengue   densp   educação a distancia   endemias   ensp   epidemiologia   epsjv   especialização em saúde pública   especialização   faperj   fiocruz   funasa   giovanella   manguinhos   mestrado profissional   mestrado   opas   plataforma siga   radis   residência   saude do trabalhador   saúde mental   saúde   siga   sinval   terrapia   tuberculose