1. ENSP sedia debate sobre intervenção militar

    O Sindicato dos Servidores de Ciência, Tecnologia, Produção e Inovação em Saúde Pública (Asfoc-SN) convida para o debate Intervenção militar: até onde a vista alcança?, com participação da professora e especialista em segurança pública Jacqueline Muniz, da Universidade Federal Fluminense. A Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca abre as suas portas para o encontro que acontecerá no dia 9 de março, às 14h, no auditório térreo. Nas últimas semanas, Jacqueline foi entrevistada, ao vivo, por um canal de notícias, e ficou em evidência por sua contundente fala acerca da autorização de intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro. A proposta deste encontro visa ampliar o debate sobre a violência urbana e articular possíveis contribuições que o campo da Saúde Coletiva tem a oferecer sobre o tema.

  2. Epistemologias do Sul e saúde coletiva: curso internacional promove aulas abertas na Fiocruz

    O curso Saúde Coletiva em Diálogo com as Epistemologias do Sul: comunicação, ecologia e reforma psiquiátrica nas lutas por saúde - oferecido pelo Programa de Pós-Graduação em Informação e Comunicação em Saúde do Icict, e o Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública da ENSP em parceria com a Universidade de Coimbra (Portugal) -, promoverá aulas abertas à comunidade Fiocruz. Temas como a introdução às epistemologias do Sul; a ecologia de saberes e linha abissal; e a democracia e o papel da saúde coletiva serão abordados em três palestras que contam com a participação de pesquisadores nacionais e internacionais. As aulas estão marcadas para os dias 27 de fevereiro e 2 de março, e acontecerão na ENSP e no Icict, ambos localizados no campus Manguinhos da Fiocruz. Confira a programação e participe.  

  3. Nascer nas prisões: pesquisa da ENSP ajudou a embasar decisão do STF sobre mães encarceradas

    Há poucos dias, circulou pelos jornais e pelas redes sociais do Brasil a história de uma mulher que deu à luz um dia depois de ser presa e teve que permanecer encarcerada junto com seu filho. O caso de Jéssica Monteiro, de 24 anos, chamou a atenção pelas condições da cadeia em que ela estava, pela intransigência do juiz e também pela comparação que foi feita com o tratamento que é reservado às mulheres que cometem delito, mas são ricas. O caso de Jéssica, no entanto, não é uma excessão. É o que apontam os dados da pesquisa Nascer nas Prisões, coordenada pelas pesquisadoras Maria do Carmo Leal e Alexandra Roma Sánchez, da ENSP. Os resultados deste estudo ajudaram a embasar a decisão inédita tomada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) nesta terça-feira, 20 de fevereiro, de conceder habeas corpus coletivo para mães e gestantes que se encontram em prisão preventiva, a partir de peça jurídica elaborada pela integrante do grupo de pesquisa Saúde em Prisões da ENSP Luciana Simas, por intermédio da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco). Salvo casos de crimes cometidos com violência, essas mulheres passam agora a cumprir prisão domiciliar. A decisão levou em conta a condição degradante das prisões no Brasil e a consequência disso para a saúde e a vida dessas mulheres e crianças.

  4. SOS Manguinhos: Centro de Saúde da ENSP concentra donativos para vítimas da enchente

    A chuva forte que caiu no Rio de Janeiro na madrugada da última quinta-feira, 15 de fevereiro, destruiu casas, invadiu lojas e deixou um rastro de lama e destruição pelas ruas do território de Manguinhos. Muitos moradores perderam tudo que tinham e estão desalojados, com dificuldades para cozinhar, estocar medicamentos que precisam de refrigeração etc. Os relatos dão conta de uma completa inoperância dos agentes públicos para buscarem solução para os problemas. Para tentar amparar as vítimas da enchente com donativos e serviços de saúde, foi criado o grupo SOS Manguinhos, do qual participam agentes comunitários de saúde (ACS) do território. O Centro de Saúde Germano Silva Faria, da ENSP, cumprindo seu papel de ser a interface de troca entre a Escola e a comunidade vizinha, está recebendo as doações e buscando estratégias de ação no campo a saúde.

     

  1. + MAIS NOTÍCIAS

entrevistas

Entrevista: Gastão Wagner fala sobre os anseios para o Abrascão e o contexto das eleições 2018

Gastão Wagner de Sousa, presidente da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), fala sobre os anseios para o 12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva (Abrascão 2018) e o contexto das eleições deste ano.

MAIS ENTREVISTAS

  1. Doe livros para Manguinhos
  2. <!a>Rio adere à campanha contra amianto em evento na ENSP
  3. <!a>Radis: reflexão sobre comunicação e saúde em seus 25 anos
  4. ENSP combate a dengue com teatro e outras atividades
  5. Cerimônia dá boas vindas aos novos concursados da ENSP
  6. Pesquisa analisará políticas de saúde no Rio de Janeiro
  1. SOS Manguinhos: Centro de Saúde da ENSP concentra donativos para vítimas da enchente
  2. Vítimas das obras dos Jogos Olímpicos Rio 2016 recebem homenagens da Fiocruz
  3. O fardo do mercúrio: seminário na ENSP debate uso na odontologia
  4. Debate sobre o banimento do amianto no Brasil está disponível em vídeo
  5. Desafios e perspectivas das Ciências Sociais e Saúde Coletiva pautaram último Ceensp de 2017
  6. Entrevista: diretor da ENSP faz retrospectiva de 2017

mais buscadas

abrasco   aids   arouca   besserman   biblioteca   ceensp   cesteh   claves   concurso   csegsf   cursos   daps   demqs   dengue   densp   educação a distancia   endemias   ensp   epidemiologia   epsjv   especialização em saúde pública   especialização   faperj   fiocruz   funasa   giovanella   manguinhos   mestrado profissional   mestrado   opas   plataforma siga   radis   residência   saude do trabalhador   saúde mental   saúde   siga   sinval   terrapia   tuberculose