1. Vulnerabilidade em saúde e lançamento de publicação pautam Ceensp nesta quarta-feira (23/8)

    A próxima edição do Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos da ENSP debaterá a Vulnerabilidade em saúde como desafio para as políticas públicas. Marcado para 23 de agosto, às 13h30, no salão internacional, o Ceensp terá participação do professor do Departamento de Medicina Preventiva, da Universidade de São Paulo, José Ricardo Ayres. A atividade será coordenada pela pesquisadora da ENSP Elyne Engstrom. Na ocasião, haverá o lançamento do número temático Políticas Públicas, Democracia e Saúde, da Revista Ciência e Saúde Coletiva, editada pela coordenadora do Departamento de Estudos sobre Violência e Saúde, Cecília Minayo. O pesquisador Nilson do Rosário (Daps/ENSP) é editor convidado. O Centro de Estudos é aberto aos interessados e não necessita de inscrição prévia.

  2. Aula aberta debate teorização sobre a ação nesta quarta (23/8)

    O Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador Ecologia Humana (Cesteh/ENSP), por intermédio do Grupo de Pesquisa Sintheses (Cesteh/UFRJ/UFF/Uerj), realizará nesta quarta-feira, 23 de agosto, a aula aberta TeorizAção sobre a ação: razão, sentido, e práxis em tempos sombrios. A atividade, marcada para às 9h30, na sala 32 do Cesteh, contará com a participação do professor do Instituto de Medicina Social da Universidade Estadual do Estado do Rio de Janeiro (IMS/Uerj), André Luiz Mendonça. A aula é aberta a todos os interessados e não necessita de inscrição prévia. 

  3. Jornalista americano fala sobre drogas psiquiátricas e transtornos mentais

    O expressivo aumento do uso de psicofármacos (antidepressivos, antipsicóticos e ansiolíticos), ao longo das últimas décadas, conduz a uma indagação: se essas drogas, supostamente eficazes, vêm sendo cada vez mais consumidas, por que aumentam os registros de transtornos mentais? A busca por uma resposta resultou no livro Anatomia de uma epidemia - Pílulas mágicas, drogas psiquiátricas e o aumento assombroso da doença mental (Editora Fiocruz), do jornalista americano Robert Whitaker, que tem prefácio dos pesquisadores Paulo Amarante e Fernando Freitas, do Laboratório de Estudos e Pesquisas em Saúde Mental e Atenção Psicossocial, da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Laps/Ensp/Fiocruz).

  4. Por que o uso do amianto ainda é permitido no Brasil?

    Setenta e cinco países do mundo já baniram o amianto por ser uma substância extremamente tóxica e cancerígena. A lista inclui a União Europeia e países vizinhos como Chile, Argentina e Uruguai. No Brasil, o amianto popularizou-se graças à fabricação de telhas, caixas d'água e uma numerosa lista de produtos que vão das pastilhas de freio a roupas que protegem do fogo. Mas a prosperidade dessa indústria por aqui começou a ruir diante das evidências - confirmadas pela Organização Mundial da Saúde - de que o amianto é cancerígeno em todas as suas variações geológicas e que não há meios de se promover o uso 100% seguro da fibra. 

  1. + MAIS NOTÍCIAS

entrevistas

Webcesteh: Nova ferramenta digital possibilita integração entre trabalhadores e campo da Saúde do Trabalhador

Kátia Reis, coordenadora do Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP), e Leandro Carvalho, chefe do Laboratório de Toxicologia do Cesteh, falam sobre o processo de construção do Webcesteh e seus objetivos, bem como das perspectivas futuras da nova ferramenta digital, que busca levar à sociedade informações de qualidade e atualizadas a respeito da Saúde do Trabalhador no Brasil, além de estreitar cada vez mais os laços com os trabalhadores e a sociedade em geral.

MAIS ENTREVISTAS

  1. Cep/ENSP debate questões éticas do filme 'A vida imortal de Henrietta Lacks'
  2. Conselho Nacional de Saúde examina nova Política Nacional de Atenção Básica
  3. Reunião do Conselho Nacional de Saúde termina com assinatura de Carta de Intenções
  4. Aula do curso de saúde mental discutiu a violação de direitos na 'pós-democracia'
  5. 'O SUS é nosso, ninguém tira da gente, direito garantido não se compra e não se vende!'
  6. Aula inaugural do Curso de Pneumologia Sanitária apresenta Plano Nacional de Controle da Tuberculose
  1. Palestra de Paulo Buss abre Mestrado Profissional em Vigilância em Saúde do Trabalhador
  2. Seminário discute gênero, sexualidade e direitos humanos
  3. Seminário discute gênero, sexualidade e direitos humanos
  4. Cep/ENSP debate a vulnerabilidade nas pesquisas com seres humanos
  5. Mobilização e enfrentamento por mais recursos para o SUS marcam propostas do primeiro dia de seminário
  6. Comitê de Ética em Pesquisa da ENSP debate os biobancos na Fiocruz

mais buscadas

abrasco   aids   arouca   besserman   biblioteca   ceensp   cesteh   claves   concurso   csegsf   cursos   daps   demqs   dengue   densp   educação a distancia   endemias   ensp   epidemiologia   epsjv   especialização em saúde pública   especialização   faperj   fiocruz   funasa   giovanella   manguinhos   mestrado profissional   mestrado   opas   plataforma siga   radis   residência   saude do trabalhador   saúde mental   saúde   siga   sinval   terrapia   tuberculose