Portal ENSP - Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca Portal FIOCRUZ - Fundação Oswaldo Cruz

DCS - Departamento de Ciências Sociais

Rio, 25/05/2022

Projetos de Pesquisa

TítuloESTUDOS DE CASOS SOBRE IMPLEMENTAÇÃO DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA EM QUATRO GRANDES CENTROS URBANOS

DepartamentoDCS - Departamento de Ciências Sociais

Descrição:A pesquisa tem objetivo analisar a implementação da Estratégia Saúde de Família, com foco na integração à rede assistencial e à atuação intersetorial, em quatro grandes centros urbanos, para discutir as potencialidades da Saúde da Família (SF) como estratégia de atenção primária em saúde (APS) abrangente. Os objetivos específicos são: Analisar o contexto político e institucional de implementação do PSF; Avaliar a conformação de uma rede integrada de serviços de saúde com a constituição da ESF/USF como porta de entrada ao sistema de saúde e o estabelecimento de mecanismos de referência e contra-referência; Avaliar a coordenação, pela equipe de saúde da família, das diversas ações e serviços necessários para resolver necessidades mais complexas, garantindo a continuidade da atenção na rede de serviços Examinar as iniciativas da Secretaria Municipal de saúde de articulação com outros setores de políticas públicas e analisar o papel desempenhado pela Estratégia de Saúde da Família; Estudar o processo de trabalho das equipes de saúde da família e a incorporação de práticas assistenciais em relação à coordenação dos cuidados e à atuação intersetorial; Identificar e analisar os fatores facilitadores e limitantes da implementação da Estratégia de Saúde da Família nos municípios estudados no que concerne à coordenação dos cuidados e à intersetorialidade. Os eixos de análise são a integração e a intersetorialidade, elementos fundamentais de uma atenção primária abrangente. Implementar uma concepção abrangente ou integral de atenção primária implica a construção de sistemas de saúde orientados por esta atenção, articulados em rede, centrados no usuário e que respondam a todas as necessidades de saúde da população. Assim, a integração ao sistema é condição para se contrapor a uma concepção seletiva da atenção primária em saúde como programa paralelo, com cesta restrita de serviços de baixa qualidade, dirigido a pobres. Por sua vez, a atuação intersetorial é condição para que a atenção primária não se restrinja ao primeiro nível, mas seja base e referência para toda a atenção, contemplando aspectos biológicos, psicológicos e, principalmente, sociais, e incida sobre problemas coletivos nos diversos níveis de determinação dos processos saúde-enfermidade, promovendo a saúde. A partir dessas premissas foram realizados estudos de caso em quatro grandes centros urbanos com experiências consolidadas de implementação da Saúde da Família (Aracaju, Belo Horizonte, Florianópolis e Vitória), empregando uma estratégia de pesquisa sustentada em diversas fontes de informação e perspectivas de atores e métodos, o que incluiu: i) Abordagem qualitativa, com análise de conteúdo de informações obtidas em entrevistas com gestores e gerentes da SMS, com gerentes de outras secretarias relacionadas a atividades intersetoriais e com representantes de entidades de profissionais de saúde; ii) Estudos quantitativos transversais, por meio da realização de inquéritos com amostras de profissionais de saúde das equipes de saúde da família: médicos, enfermeiros, auxiliares/técnicos de enfermagem e agentes comunitários de saúde; iii) Inquérito em amostra representativa de famílias cadastradas com aplicação de questionários fechados às famílias entrevistadas em seus domicílios; iv) Análise de dados secundários para a caracterização sociodemográfica e sanitária do município; v) Análise documental. Os resultados organizados em quatro relatórios de caso - Aracaju, Vitória, Florianópolis e Belo Horizonte estão disponíveis na biblioteca multimidia da ENSP: http://www4.ensp.fiocruz.br/biblioteca/home/exibedetalhesBiblioteca.cfm?ID=9437&tipo=B Parte dos resultados foram publicados em português e inglês em: GIOVANELLA L, MENDONÇA MHM, ALMEIDA PF, ESCOREL S, SENNA MCM, Fausto, MCR, DELGADO M,, ANDRADE C LT, CUNHA MS, PACHECO C. Family health: limits and possibilities for an integral primary health care approach in Brazil. Ciência & Saúde Coletiva. v.14, p.783 - 794, 2009.

Grupo de pesquisaNÚCLEO DE ESTUDOS POLÍTICO-SOCIAIS EM SAÚDE

Linha de pesquisaAVALIAÇÃO DE POLÍTICAS, SISTEMAS E PROGRAMAS DE SAÚDE

programa de pós graduação

CoordenadorLIGIA GIOVANELLA

Subárea de Conhecimento4.00.00.00-1

Ano do início2007    Ano previsto do fim2011

Paticipantes Internos

  • Nenhum participante interno cadastrado

Paticipantes Externos

  • Nenhum participante externo cadastrado

Paticipantes Alunos

  • Nenhum participante aluno cadastrado

Paticipantes Bolsistas

  • Nenhum participante bolsista cadastrado

DCS - Departamento de Ciências Sociais
Rua Leopoldo Bulhões, 1480, sala 901. Manguinhos - Rio de Janeiro/RJ. CEP: 21041-210
Tel.: (21) 2598-2644/ 2598-2780 - Fax: (21) 2598-2779 - E-mail: dcs@ensp.fiocruz.br